Notícia

Com seis pontos a menos Cruzeiro estreia na Série B neste sábado

O Cruzeiro estreia hoje (8) à noite na Série B do Campeonato Brasileiro. A Raposa faz a primeira partida na “segundona” contra o Botafogo de Ribeirão Preto (SP) às 19h (horário de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Será a primeira partida da equipe mineira, em toda a história do clube, na divisão de acesso e a pressão será enorme.
Bicampeão da Libertadores, quatro títulos do Brasileirão e com 6 canecos da Copa do Brasil, o Cruzeiro começa uma nova realidade. A queda para a “segundona”, as dificuldades financeiras e políticas, a recente eliminação no Campeonato Mineiro, as provocações dos rivais, a mudança de elenco e os 19 adversários focados em tirar pontos a partir deste sábado (8), são os obstáculos que a Raposa terá 30 de janeiro do ano que vem,  na última rodada da Série B.

Para piorar a situação, o Cruzeiro já começa o campeonato com seis pontos a menos que os outros clubes da segunda divisão. A Fifa puniu a Raposa devido à dívida de R$ 5 milhões junto ao Al-Whada, cl…
Drogaria Santa Rita

Nova lei trata de regras de visitas a pacientes com Covid-19 e incentiva contato remoto

Originária de projeto aprovado na ALMG, lei também prevê doações a unidades de saúde, para contato remoto

Foto:Ricardo Barbosa / ALMG

Pacientes com Covid-19 internados em unidades hospitalares no Estado poderão receber visitas presenciais ou contato por meio remoto, salvo se houver contraindicação por razões médicas ou, no caso do contato por meio remoto, quando não houver recursos para viabilizar sua operacionalização. Em qualquer caso, a negativa deverá ser fundamentada e apresentada, por escrito, pela unidade de saúde.

A medida consta da Lei 23.667, de 2020, que tramitou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) como Projeto de Lei (PL) 1.989/20, do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), e foi publicada na edição do Diário Oficial de Minas Gerais do último sábado (27/6/20). A nova lei determina também que, para a operacionalização do contato por meio remoto, as unidades de saúde poderão contar com equipamentos e recursos advindos de doações, nos termos da legislação vigente.

Para isso, a norma altera o artigo 2º da Lei 16.279, de 2006, que dispõe sobre os direitos dos usuários das ações e dos serviços públicos de saúde no Estado.

"Nós sabemos hoje a importância que tem o paciente ter seu ente querido, a voz, o visual dando ânimo e apoiando nos momentos difíceis que estamos passando nesta pandemia, não somente agora, mas que todos os hospitais tenham acima de tudo a presença necessária dos familiares que estão impedidos", disse o deputado.

Confira abaixo o texto da Lei:
LEI 23667, DE 26/06/2020

Altera o art. 2º da Lei nº 16.279, de 20 de julho de 2006, que dispõe sobre os direitos dos usuários das ações e dos serviços públicos de saúde no Estado.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS,

O Povo do Estado de Minas Gerais, por seus representantes, decretou e eu, em seu nome, promulgo a seguinte lei:

Art. 1º – Fica acrescentado ao caput do art. 2º da Lei nº 16.279, de 20 de julho de 2006, o seguinte inciso XXV, e, ao mesmo artigo, o § 3º a seguir:

“Art. 2º – (…)

XXV – receber, durante a internação, visitas presenciais ou contato por meio remoto, salvo se houver contraindicação por razões médicas ou, no caso do contato por meio remoto, quando não houver recursos para viabilizar sua operacionalização, devendo a negativa, em qualquer caso, ser fundamentada e apresentada, por escrito, pela unidade de saúde.

(...)

§ 3º – Para a operacionalização do contato por meio remoto de que trata o inciso XXV do caput, as unidades de saúde poderão contar com equipamentos e recursos advindos de doações, nos termos da legislação vigente.”.

Art. 2º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Belo Horizonte, aos 26 de junho de 2020; 232º da Inconfidência Mineira e 199º da Independência do Brasil.

ROMEU ZEMA NETO
 
Com informações e foto da ALMG


Comentários

Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases