Polícia Civil prende em Ubá suspeito de roubo a joalheria em Rio Pomba

Durante a ação, também foram apreendidos objetos que teriam sido utilizados na prática do crime, um simulacro de arma de fogo, entre outros materiais. As investigações prosseguem Na quinta-feira (4/3), a Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu, no município de Ubá, na Zona da Mata mineira, mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 32 anos, suspeito de ter praticado um roubo, crime ocorrido em uma joalheria, na cidade Rio Pomba, no final de fevereiro.  Após apurações, também foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência do investigado, onde foram localizados diversos objetos que teriam sido utilizados na prática delitiva, entre eles, roupas e mochila, assim como um simulacro de arma de fogo e joias.  Após apurações que resultaram na identificação do homem, foi possível desmantelar parte de uma quadrilha suspeita de praticar roubos à mão armada na região. As investigações continuam em andamento com o intuito de localizar e de prender outros investigados

Regularização de CPF pode ser feita pelo site da Receita Federal

A Receita Federal informou na última semana que a regularização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para ter acesso ao programa de auxílio emergencial do governo federal pode ser feita no site do órgão a qualquer hora do dia. 

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil
O esclarecimento foi feito após cidadãos terem relatado dificuldades para inserir o número do CPF no aplicativo Caixa - Auxílio Emergencial, que permitirá o cadastramento para receber o valor de R$ 600 para compensar a perda de renda decorrente da pandemia de coronavírus.

Segundo a Receita, o aplicativo tem recebido um grande número de acessos, fato que pode estar dificultando o cadastro dos beneficiários. O órgão orienta que as pessoas continuem tentando realizar o cadastro ao longo do dia caso não seja possível realizá-lo na primeira tentativa.

Caso o problema persista, o cidadão deve verificar no site da Receita se seu CPF está em situação irregular. Caso seja encontrada alguma pendência, o problema poderá ser resolvido por meio da página de serviços do órgão, preenchendo o formulário eletrônico "Alteração de Dados Cadastrais no CPF". 

Se a pendência continuar, o cidadão deverá procurar o atendimento presencial em uma agência da Receita Federal. 

A Receita alerta ainda que, se o CPF estiver em situação regular, mas o usuário não conseguir realizar o cadastro no aplicativo, o problema não estará relacionado ao órgão. 


A estimativa da Caixa é de que 20 milhões de trabalhadores informais não inscritos em programas sociais poderão baixar o aplicativo que permitirá o cadastramento para recebimento da renda básica emergencial. O auxílio é de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil para mães solteiras. 

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases