Cataguases tem primeiros quatro vacinados contra a COVID-19

Primeira etapa da imunização contemplará apenas 0,92% da população de Cataguases Começou oficialmente, nesta terça-feira (19), a vacinação contra Covid-19 em Cataguases. Quatro pessoas de grupos prioritários receberam as primeiras doses no final da tarde de hoje e a partir desta quarta-feira (20), a vacina ficará disponível para os grupos prioritários. A vacinação aconteceu no Serviço Municipal de Atendimento Especializado (SEMAE), ao lado da Secretaria de Saúde. A princípio serão imunizados os idosos do Lar São Vivente de Paulo e os profissionais de Saúde que estão na linha de frente do combate a doença. Ao todo, o Município recebeu 689 doses do imunizante e não há previsão para recebimento de mais doses para estender o número de pessoas vacinadas. Os primeiros a receber a vacina em Cataguases foram: Amanda de Sales, enfermeira da UTI Covid; Luzia Marta de Lima, técnica de enfermagem, trabalha a mais de 20 anos na sala de vacinação; José Maria de Oliveira, 66 anos, idoso do Lar São

Câmara de Cataguases realiza nesta quinta-feira audiência pública para tratar do preço dos combustíveis na cidade

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Câmara Municipal de Cataguases realiza nesta quinta-feira (28), às 18h30min, Audiência Pública para tratar do preço dos combustíveis na cidade. A reunião foi proposta pelos vereadores Ricardo Geraldo Dias e Marcos da Costa Garcia (Marquinhos do Açougue).

O motivo principal da reunião, que convidou proprietários de postos de combustíveis, Procon, representantes de classe, Ministério Público, entre outros, é tentar entender como que municípios próximos a Cataguases, como Muriaé, conseguem baixar o preço do litro da gasolina a menos de R$ 4 e em Cataguases isso não ocorre, mesmo com as constantes reduções anunciadas pela Petrobrás.

A atual política de preços da Petrobras prevê reajustes do preço dos combustíveis equiparados com o mercado internacional, além de uma margem para riscos inerentes à operação, como, volatilidade da taxa de câmbio e dos preços sobre estadias em portos, e lucro, além de tributos. No dia 1º de fevereiro deste ano, a empresa anunciou redução de 1% no preço da gasolina que passou a ser negociada ao preço de R$ 1,4758 em suas refinarias para as distribuidoras, mas na prática a redução dificilmente chega às bombas de alguns municípios.

Comentários

  1. E bom que os donos de postos compareçam para explicar pois um deles é dono de posto em Muriaé Onde vende a gasolina 30centavos em média mais barato que a mesma gasolina vendida por ele em Cataguases. Outra coisa a ser notada e que em Cataguases vendem a gasolina aditiva fazer que é mais cara no mesmo preço da gasolina comum dizendo que é uma porção mas pra mim deixaram a gasolina comum mais cara para forçar a venda pois nas cidades vizinhas a gasolina aditivada é o mesmo preço da comum em Cataguases nunca vi posto de gasolina vender gasolina aditivada com preço de comum, alguém já viu ?

    ResponderExcluir
  2. Cataguases tem um cartel e não é de hoje! Publiquem aqui depois o que esses empresários disseram em suas defesas, se é que existe?!A Petrobras reduziu várias vezes o preço dos combustíveis, mas aqui nunca cai.

    ResponderExcluir
  3. É só os Vereadores criarem vergonha na cara e retirar as restrições ambientais que foram colocadas no plano urbanístico de Cataguases, que impedem a criação de novos postos de combustíveis na cidade. Exigências essas que se aplicassem retroativamente, não existiriam postos de combustíveis na cidade, nenhum, pois a cidade é cortada por rios e afluentes, e não tem como manter a distância mínima imposta pela lei criada para beneficiar os atuais dono dos postos e evitar concorrências.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases