Corpo é encontrado amordaçado e com as mãos amarradas, boiando no Rio Muriaé

Na manhã deste domingo (11), um corpo do sexo masculino foi encontrado boiando no Rio Muriaé, na altura da Rua Paulo Roberto Guimarães, no bairro Patrimônio São José em Muriaé. Conforme a Polícia Militar, o corpo, ainda não identificado, foi encontrado por moradores que acionaram o corpo de Bombeiros. A vítima estava em avançado estado de decomposição, com as mãos amarradas para trás, vestido com roupas femininas e com a boca amordaçada por uma sacola plástica.  A Polícia Civil irá investigar o caso. Fotos: Site do Silvan Alves  

Saúde alerta para o risco de acidentes envolvendo escorpião em Cataguases

Nos últimos meses as  ligações direcionadas ao Núcleo de Controle de Endemias para informar o aparecimento de escorpião na área urbana têm se intensificado.  A redação do Site Mídia Mineira também foi contactada inúmeras vezes, principalmente por moradores do Condomínio São Marcos, confirmando a infestação do animal peçonhento.

O forte calor e a umidade, somados à época de reprodução do animal implicam em aumento da população do aracnídeo nas áreas residenciais. Segundo dados da Vigilância Epidemiológica, em 2016 foram feitas 37 notificações de acidentes envolvendo escorpião na cidade. Já em 2017, o número foi 57 e em 2018, 126.

Existem algumas formas de impedir a entrada dos escorpiões nas residências. Uma das orientações à população é manter a região da casa limpa, inclusive efetuando a remoção de entulhos. É importante também verificar cuidadosamente calçados, toalhas e roupas de cama antes de usá-las. Outra recomendação importante é a utilização de telas nas aberturas dos ralos e pias.

Segundo o Núcleo de Controle de Endemias, os escorpiões possuem hábitos noturnos e podem viver longos períodos sem comida e água, escondidos em lugares escuros e úmidos, como frestas, fendas, atrás de móveis, calçados, roupas, panos, rede de esgoto, fossas e entulhos. De acordo com as informações oficiais, a maioria dos acidentes ocorre no momento de colocar o calçado sem observar a presença do aracnídeo, no ato de remover madeiras e entulhos com as mãos desprotegidas e no momento em que uma toalha ou roupa é usada sem vistoria.

Em caso de acidente com escorpião, orienta-se que a vítima procure diretamente o hospital e, caso for possível, faça a identificação do animal. Caso algum escorpião for encontrado dentro de casa, a orientação é que o Núcleo de Controle de Endemias seja contactado por meio do telefone 3422-3589 para a remoção.

Fonte: Jornal Cataguases

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases