Ação conjunta prende suspeito e apreende droga em Juiz de Fora

Autor estava com a filha de 11 anos e responderá também por corrupção de menor Nesta terça-feira (19/1), uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Minas Gerais e a Polícia Rodoviária Federal resultou na apreensão de 19 tabletes de pasta base de cocaína, droga avaliada em cerca de R$2,5 milhões, e de R$30 mil, no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. Um suspeito foi preso. Em novembro do último ano, outra operação integrada entre as duas instituições culminou na apreensão de drogas avaliadas em R$3 milhões. O material foi encontrado no interior de um veículo que estava em um posto de combustíveis, na Zona Norte da cidade. Além disso, o motorista, de 39 anos, foi preso em flagrante. No momento da abordagem realizada por policiais civis da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e policiais da PRF, o homem estava com a filha dele, de 11 anos, que, posteriormente, foi entregue a um familiar responsável. O suspeito foi encaminhado ao Plantão da 1ª Delegacia Regional em

Diretoria e funcionários de Hospital em Guarani estão sendo investigados por cobranças irregulares

O Ministério Público em conjunto com a Polícia Civil de Minas Gerais está apurando supostas “cobranças irregulares” em procedimentos e exames que deveriam ser integralmente cobertos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Hospital Dr. Armando Xavier Vieira, no Município de Guarani, cidade vizinha de Astolfo Dutra e distante cerca de 55 quilômetros de Cataguases.

Na sexta-feira (14), a Polícia Civil deteve o vereador José Henriques (PSDB), que trabalha como técnico do Laboratório e Raios X do hospital, localizado na Rua Luiz de Abreu Moreira, 42, bairro Sossego. Outros envolvidos, entre diretores e funcionários estão sendo investigados.

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases