Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

PCMG indicia homem suspeito de cometer estupro de vulnerável em Juiz de Fora

O inquérito policial foi relatado e enviado à Justiça, nesta semana. A Polícia Civil também investiga crime praticado pelo investigado em desfavor de outro adolescente, de 13 anos. A apuração prossegue.  A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou, nesta semana, um homem de 49 anos, suspeito de ter praticado estupro de vulnerável, no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. Na última sexta-feira (14/1), ele foi encaminhado à delegacia pela Polícia Militar, acionada pelo pai da vítima, um menino de 12 anos, morador da Zona Norte da cidade.  Na época, durante depoimento, o suspeito, que é vizinho da vítima, confirmou ter chamado o garoto para ir até a sua residência, para, supostamente, realizar o conserto de uma bicicleta, quando foi flagrado pelo pai do menino, em um cômodo dos fundos do imóvel, junto com a vítima. Na ocasião, o flagrante foi ratificado pela PCMG e o homem foi conduzido ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça. Conforme informações do t

Câmara aprova contas de 2019 do ex-prefeito Willian Lobo


Parceiro Magalu

A Câmara Municipal de Cataguases aprovou o Parecer Prévio do Tribunal de Contas de Minas Gerais, relativo as contas do ex-prefeito Willian Lobo de Almeida do ano de 2019. O Tribunal aprovou as contas sem ressalvas e a última etapa é a aprovação na Câmara Municipal.

A Comissão de Orçamento e Finanças, composta pelos vereadores Professor Jeferson (PSL), Fernandinho de Sereno (Cidadania) e Rafael Moreira (PROS), também aprovou o relatório com voto contrário do vereador Rafael Moreira.

Rafael Moreira disse que votou contrário ao parecer do Tribunal de Contas pelo fato de um diagnóstico da comissão de transição do dia 21 de dezembro do ano passado, onde, segundo o relatório, a cidade estaria "repleta de problemas e obras mal feitas e inacabadas", além da última gestão ter deixado dívidas. Ele também reclamou da equipe do atual prefeito que ainda não apurou problemas financeiros apontados pela equipe de transição. "Como que eu vou aprovar um projeto hoje, sendo que a prefeitura ainda está apurando a questão dos valores apontados na transição?", questionou.

O vereador Ricardo Dias disse que o que foi apontado por Rafael Moreira deve ser questionado apenas nas contas de 2020, mas que o momento era para julgar as contas de 2019 e por isso optou por acompanhar o parecer do Tribunal de Contas. "Em 2020 eu vou analisar o que foi dito pelo Rafael", disse.

Em votação, o Parecer Prévio do Tribunal de Contas de Minas Gerais foi aprovado por 14 votos favoráveis e 1 voto contrário, do vereador Rafael Moreira.

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui