Notícia

Energia elétrica fica mais cara a partir de hoje

A diretoria da ANEEL decidiu, em reunião extraordinária realizada nesta segunda-feira (30/11), reativar a sistemática de acionamento das Bandeiras Tarifárias. Aplicando a metodologia, ficou estabelecida a bandeira vermelha Patamar 2 no mês de  dezembro de 2020, com custo de R$ 6,243 para cada 100 quilowatts-hora consumidos, o que deixa a energia elétrica mais cara a partir de hoje (01/12). Em maio deste ano, em virtude da pandemia do novo Coronavírus, a ANEEL havia decidido manter a bandeira verde acionada até 31 de dezembro deste ano, mas a queda no nível de armazenamento nos reservatórios das hidrelétricas e a retomada do consumo de energia  levaram à revisão da decisão hoje. Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias funciona como uma sinalização para que o consumidor de energia elétrica conheça, mês a mês, as condições e os custos de geração no País. Quando a produção nas usinas hidrelétricas (energia mais barata) está favorável, aciona-se a bandeira verde, sem acréscimos
Drogaria Santa Rita
Banner cadastramento cartão SUS
   

Confusão entre apoiadores do MDB e PROS no bairro Guanabara em Cataguases termina em ocorrência policial


Uma confusão envolvendo apoiadores do candidato José Henriques (MDB) e do PROS do candidato Hercyl Neto, pouco antes das 19 horas, na Rua Corá Duarte, bairro Fátima, próximo a quadra do bairro Guanabara, em Cataguases, terminou em ocorrência policial nesta quinta-feira (29).

Conforme o Site Mídia Mineira apurou, a confusão começou devido a problemas pessoais, envolvendo o vereador Rafael Moreira (PROS) e um desafeto do mesmo, o qual já o teria agredido. 

Rafael estaria panfletando próximo a quadra do bairro Guanabara, onde também acontecia um "microfonaço" do candidato José Henriques, o qual contava com a participação de seu desafeto e ex-sócio. Ao perceber a presença do homem, Moreira teria se escondido no interior de um veículo, mas após o mesmo perguntar por Rafael para o condutor de outro carro adesivado com propaganda eleitoral do vereador e candidato a reeleição, o também vereador, sargento Jorge Roberto, teria se aproximado dele, juntamente com uma testemunha para tentar acalmar os ânimos. 

O clima esquentou quando o vereador, Sargento Jorge Roberto, perguntou para o ex-sócio de Rafael se o mesmo estaria armado. Uma multidão de apoiadores do MDB cercou o local e o fato se transformou em uma disputa política, envolvendo inclusive os candidatos José Henriques e seu vice, "Markim do CTM", que se encontravam no local. O candidato Hercyl Neto não estava presente.

O ex-sócio de Rafael Moreira contou para a polícia que também possui processo contra o vereador por se sentir lesado em uma sociedade que os dois mantinham. Segundo ele, Rafael teria conseguido a medida protetiva se aproveitando do fato de ser vereador e que ele teria perguntado pelo edil, com a finalidade de evitar o contato. Ele negou ter ameaçado o vereador.

O candidato José Henriques, declarou a polícia que estava realizando um microfonaço na quadra do bairro Guanabara, momento em que percebeu a confusão envolvendo apoiadores do candidato Hercyl e que o vereador sargento Jorge Roberto estaria exaltado, dizendo que o ex-sócio de Rafael o estaria ameaçando, o que ele entendia não ser verdade por não ter visto Rafael no local. Outras testemunhas confirmaram a versão de José Henriques.

Segundo divulgado em redes sociais, também teria havido um desentendimento do candidato a vice de José Henriques, o Markim do CTM, com um candidato Tumati do PROS, mas não conseguimos levantar informações que comprovam o fato.

O fato será apurado pela Polícia Civil. 

Confira abaixo vídeo divulgado em rede social:


*Imagens Rede Social / Reprodução
 

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases