Proprietário de drogaria é preso em Pádua após vender comprimido abortivo para moradora de Cataguases

Um comerciante de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, foi preso em flagrante, depois de vender, para uma moradora de Cataguases, um medicamento utilizado ilegalmente para a indução do aborto. De acordo com informações, a prisão aconteceu na quinta-feira (21). Policiais Militares do 36º BPM já haviam sido alertados através de denúncia anônima e interceptaram o veículo GM Celta de aplicativo, no bairro Cidade Nova, onde viajava uma mulher, moradora de Cataguases, que levava consigo quatro comprimidos do medicamento abortivo. Ela alegou ter acabado de adquirir em uma drogaria que fica naquele mesmo bairro e que teria pago através de transferência bancária, realizada pelo companheiro, que determinou a interrupção da gestação. O comerciante foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. Com informações e foto da Folha de Italva  

Polícia apreende arma e munições no bairro Paraíso em Cataguases


A Polícia Militar prendeu um suspeito e com ele apreendeu uma arma, munições e um papelote de cocaína no final da manhã desta terça-feira (16), no bairro Paraíso em Cataguases.

Segundo a PM, durante uma batida policial na Rua José Alcino Bitencourt, no bairro Paraíso, os militares perceberam um cidadão que havia acabado de jogar algo no mato. Ele foi abordado e com ele foi encontrado um papelote de cocaína no bolso da calça. Ao verificar o local onde o suspeito havia sido visto jogando um objeto, os policiais encontraram uma sacola com um revolver calibre .38, marca Taurus, cor preta (oxidado), numeração suprimida, municiado com 6 cartuchos intactos.

O suspeito foi preso e conduzido para a delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido para as demais providências.

Participaram da ocorrência o sargento Alexssandro e o cabo Ítalo.

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases