Notícia

Polícia Militar recupera motocicleta furtada na zona rural de São Sebastião da Vargem Alegre

A Polícia Militar recuperou, na tarde desta segunda-feira (3), uma motocicleta furtada na localidade de Rio Preto, em São Sebastião da Vargem Alegre.
Segundo a PM, após receber informações anônimas de populares a respeito de um indivíduo transitando em uma motocicleta sem placa em atitude suspeita pela via vicinal do município, uma equipe deslocou até o local, onde o indivíduo, ao visualizar a aproximação da viatura, abandonou a motocicleta Honda Titan, cor vermelha, modelo e ano aparentemente 98, e fugiu, se embrenhando em uma mata fechada, não sendo possível a abordagem, mesmo após intenso rastreamento. 
O Veículo estava com chassi adulterado e sem placa. Após consulta da numeração do motor foi constatado no sistema que a motocicleta seria produto de furto. A motocicleta foi apreendida e removida para um pátio credenciado. Os rastreamentos prosseguem para tentar localizar e prender o autor. 




. Fonte:
Drogaria Santa Rita

Estudo da Universidade de Oxford comprova que dexametasona reduz a morte em pacientes mais graves de COVID-19

Uma pesquisa de cientistas da Universidade de Oxford, na Inglaterra, aponta um importante avanço no combate ao novo coronavírus (Covid-19) através da dexametasona, um esteroide barato e bem conhecido.

Foto: www.ox.ac.uk

O estudo, denominado Randomized Evaluation of COVid-19 thERapY, recrutou mais de 11.500 pacientes em 175 hospitais do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, destes, 2.104 pacientes aleatórios foram medicados com a dexametasona 6 mg uma vez por dia, por via oral ou por injeção intravenosa, por dez dias e os resultados foram comparados com outros 4.321 pacientes que receberam os cuidados normais. Conforme o estudo, entre os pacientes que receberam os cuidados usuais isoladamente, a mortalidade em 28 dias foi mais alta naqueles que necessitaram de ventilação (41%), intermediária nos pacientes que precisaram apenas de oxigênio (25%) e menor entre aqueles que não necessitaram de intervenção respiratória ( 13%). A dexametasona reduziu as mortes em um terço nos pacientes ventilados e em um quinto em outros pacientes recebendo apenas oxigênio. Não houve benefício entre os pacientes que não necessitaram de suporte respiratório.

Com base nesses resultados, 1 morte seria evitada pelo tratamento de cerca de 8 pacientes ventilados ou cerca de 25 pacientes que necessitavam apenas de oxigênio.

Dada a importância desses resultados para a saúde pública, os pesquisadores estão trabalhando para publicar todos os detalhes o mais rápido possível.

Peter Horby, professor de doenças infecciosas emergentes do Departamento de Medicina de Nuffield, Universidade de Oxford, e co-líder do estudo, disse que " a Dexametasona é a primeira droga a ser mostrada que melhorou a sobrevida no COVID-19. Este é um resultado extremamente bem-vindo", afirmou. "A dexametasona é barata e pode ser usada imediatamente para salvar vidas em todo o mundo", completou.

"Esses resultados preliminares do estudo RECOVERY são muito claros - a dexametasona reduz o risco de morte em pacientes com complicações respiratórias graves. A COVID-19 é uma doença global - é fantástico que o primeiro tratamento demonstrado para reduzir a mortalidade seja instantaneamente disponível e disponível em todo o mundo", comemorou Martin Landray, professor de medicina e epidemiologia do Departamento de Saúde da População de Nuffield, um dos principais pesquisadores.

Comentários

Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases