Amazon Prime Vídeo
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Papa faz apelo pela amazônia e diz que pessoas são mais importantes do que a economia

Ao final da oração o Papa reforçou para o reduzido público da Praça de São Pedro a necessidade de valorizar as pessoas e pediu pela Amazônia

Foto: Vatican News / Reprodução

Em pronunciamento ao final da oração do Regina Coeli deste domingo (31), o Papa Francisco disse que as pessoas são mais importantes que a economia e fez um apelo especial pela Amazônia.

"Cuidar das pessoas, que são mais importantes do que a economia. Nós, pessoas, somos o templo do Espírito Santo; a economia, não", disse o pontífice.

Este foi o primeiro discurso do Papa na Praça São Pedro, após três meses de isolamento completo da Itália e em um momento em que vários países discutem o retorno das atividades econômicas após as restrições causadas pela Covid-19.

Embora o pontífice não tenha mencionado nenhum país, ele fez um apelo especial para a Amazônia: “Hoje, festa de Pentecostes, invoquemos o Espírito Santo para que dê luz e força à Igreja e à sociedade na Amazônia, duramente provada pela pandemia. [...] Rezo pelos mais pobres e indefesos daquela querida região, mas também por aqueles de todo o mundo, e faço apelo para que não falte a ninguém assistência de saúde.”

Segundo publicação do Vaticano, o Papa já havia expressado essa preocupação com a Amazônia no dia 26 de abril, através de um telefonema para o arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner.

As pessoas que puderam estar presentes na Praça São Pedro (pois a Itália ainda está com restrições), receberam o discurso do Papa com aplausos.

A praça foi reaberta ao público no domingo passado (24).

Comentários