Energisa lança pagamento de contas de luz via Pix

Empresa é a primeira do setor elétrico a incluir QR Code Pix nas faturas impressas A Energisa oferece mais um serviço digital financeiro para facilitar o dia a dia de seus clientes: o pagamento das contas de luz dos consumidores da Energisa em Minas já pode ser realizado pelo sistema Pix. Com a solução inovadora, a Energisa torna-se a primeira empresa do setor elétrico a incluir o QR Code nas faturas impressas. “Nossa expectativa é atender cerca de 470 mil clientes na área de concessão da Energisa em Minas Gerais. Mais do que fornecer energia, estamos atuando para aprimorar o atendimento ao cliente. A digitalização de serviços financeiros é fundamental tornar a vida das pessoas mais ágil. O pagamento com o código Pix é seguro, fácil e rápido”, afirma o diretor-presidente da Energisa Minas Eduardo Mantovani. O serviço também está disponível para quem tem acesso à conta digital de serviços bancários e financeiros, Voltz. “A Energisa vem se consolidando como uma empresa compl

Suspeito de tráfico ameaça casal com arma de fogo no Sol Nascente e é preso pela PM

Motivo seria dívida de R$ 20

A Polícia Militar prendeu, na tarde deste domingo (25), um homem de 31 anos, suspeito de tráfico de drogas e porte ilegal de arma, além de ameaçar um casal no bairro Sol Nascente.

Segundo informações obtidas junto a Polícia Militar, o autor, teria chegado em uma motocicleta Honda NXR Bros 150 vermelha e teria apontado um revólver, calibre 32, para um homem de 37 anos que estaria devendo R$ 20 pela compra de um pino de cocaína. Diante das ameaças a mulher da vítima teria entregado uma nota de R$ 50 para o autor que ainda lhe deu o troco, R$ 30. O fato ocorreu na Rua Henrique Athouguia, bairro Sol Nascente, por volta das 14h30.

Testemunhas acionaram a Polícia que conseguiu localizar o homem na Rua Pedro Ventura, no mesmo bairro. Ao perceber a presença policial, o homem correu para uma residência e atirou a arma em um terreno baldio. Os policiais conseguiram prender o suspeito e recuperar a arma. Com ele também foi encontrado um pino de cocaína.

Em relação a arma de fogo, o autor disse para polícia que a mesma pertencia a seu patrão, um empresário de 49 anos. O empresário negou ser proprietário da arma, disse que nunca teve arma de fogo e confirmou que realmente havia contratado o suspeito para trabalhar de vigia em uma obra no bairro Popular, mas sem utilização de arma de fogo.

O homem recebeu voz de prisão e foi conduzido para Delegacia de Polícia Civil em Leopoldina para as demais providências. Ele também foi autuado por conduzir veículo sem habilitação.

A motocicleta foi apreendida e levada para um pátio credenciado junto ao Detran.

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases