Notícia

Comitê Gestor da Covid em Cataguases permite maior flexibilização

O Comitê Gestor de Enfrentamento a Covid-19, em Cataguases, definiu novos avanços de flexibilização na reunião que aconteceu nesta quinta-feira (17). A possibilidade de avanço foi possível devido ao fato do município se encontrar em platô, com média móvel de 24 casos por semana com 1 óbito, além de baixo índice de ocupação da UTI, explicou o médico Dr. Joseph Freire, que também informou que já foram realizados 1.025,68 testes para cada 10 mil habitantes. O Município se prepara para aderir a onda verde do Minas Consciente neste fim de semana.
Na reunião ficou definido as seguintes mudanças: As padarias poderão ter consumo interno desde que cumpram as exigências como disponibilizar mesas com distanciamento mínimo de 2 metros entre elas, após aprovação da fiscalização; Os templos religiosos poderão realizar reuniões com no máximo 100 pessoas, respeitando o limite de 20% da capacidade do mesmo. Os partidos políticos deverão ser notificados pelo Promotor eleitoral para que respeitem as regras …
Drogaria Santa Rita
Banner cadastramento cartão SUS
   

Cataguases lança edital inédito para o setor audiovisual

Será realizado em Cataguases, no dia 2 de agosto, o evento de lançamento público da 2ª Etapa do EDITAL COINVESTIMENTOS REGIONAIS,  uma iniciativa da ANCINE – Agência Nacional do Cinema em parceria com a APOLO - Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata, a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, com patrocínio da ENERGISA por meio da Lei de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, e apoio da Prefeitura Municipal de Cataguases através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

Para ser aprovada pela ANCINE, em 2018, a cidade de Cataguases apresentou uma proposta elaborada pela APOLO, tendo a Prefeitura Municipal de Cataguases como proponente, a ENERGISA como empresa garantidora dos recursos da contrapartida local, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura da Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais.

A conquista traz um novo impulso ao arranjo regional do setor audiovisual que vem sendo desenvolvido desde 2008, atraindo grandes produções cinematográficas para serem realizadas na região, gerando trabalho, renda e importantes impactos econômicos na região, que se destaca como referência no setor de economia criativa em Minas Gerais e no Brasil. Segundo a APOLO, nos últimos 10 anos foram 27 produções, 1.500 pessoas contratadas diretamente, R$ 14 milhões de investimentos e R$ 29 milhões de impacto na economia da região. 

Para Monica Botelho, presidente da Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho  e assessora de Relações Sociais do grupo ENERGISA: “é a primeira vez no país que uma empresa privada participa de uma parceria pública para estruturação de um arranjo regional do setor audiovisual, no nosso caso, atuando como investidora de forma compromissada com o fortalecimento da economia criativa, em especial, acreditando ser este um vetor importantíssimo para um novo ciclo de desenvolvimento de nossa região em Minas Gerais.”, afirma Monica Botelho.

Do total de R$ 10.5 milhões de recursos disponibilizados para o edital COINVENTIMENTOS REGIONAIS, R$ 8.750.000,00 virão da ANCINE nessa nova etapa que está sendo iniciada, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual. Na primeira etapa foram investidos R$ 1.750.000,00, provenientes de incentivos fiscais estaduais aportados pela empresa ENERGISA, como contrapartida local, destinados a três projetos aprovados na Lei de Incentivo à Cultura – LEIC-MG/2018, pela Secretaria de Estado da Cultura e Turismo de Minas Gerais.

“Um arranjo inédito onde a ANCINE aprova uma proposta com recursos de contrapartida local sendo provenientes de isenções fiscais estaduais, por meio do patrocínio de uma empresa privada. Ou seja, uma efetiva relação de parceria em política pública envolvendo sociedade civil, empresas e governos. Uma ação que pode servir de referência e modelo para todo o país”, ressalta Cesar Piva, diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais e do Instituto Fábrica do Futuro.


O evento acontecerá no auditório da nova sede da ENERGISA MINAS, em Cataguases, às 14 horas, com presença de autoridades e representantes de instituições públicas e privadas, de entidades representativas do setor produtivo, realizadores e empreendedores audiovisuais de diversas regiões de Minas Gerais e do país. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Anvisa

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases