Energisa utiliza helicóptero para inspeções na rede elétrica e garante agilidade em 95% dos serviços

Foram investidos R$ 180 mil para inspecionar 580 km de linhas. O compromisso da Energisa é a excelência no fornecimento de energia elétrica, serviço essencial para toda a população. Por isso, a empresa está investindo cada vez mais em tecnologia e modernizando a rede elétrica. Para agilizar as inspeções na rede, a Energisa Minas Gerais conta com equipamentos modernos e um helicóptero para inspeções visuais e termográficas aéreas nas linhas, garantindo maior rapidez. Dentro do planejamento estratégico de investimento na rede, no mês de março, foram inspecionados aproximadamente 580 km de linhas de transmissão, que interligam as subestações da área de concessão da Energisa em Minas Gerais, um investimento de cerca de R$ 180 mil. Utilizando equipamentos de alta tecnologia, com uma câmera das mais avançadas do mercado, acoplada ao helicóptero, é possível identificar, desde o estágio inicial, os locais onde ações corretivas devem ser realizadas de forma programada. A câmera de

Polícia Militar prende quadrilha envolvida com roubos e apreende várias armas de grosso calibre em Leopoldina



Durante uma grande operação deflagrada na manhã desta terça-feira (8), a Polícia Militar (PM) apreendeu, na cidade de Leopoldina, 16 armas de fogo, incluindo três fuzis e duas metralhadoras, e sete pessoas foram presas. De acordo com a PM, o grupo trata-se de uma quadrilha responsável por vários assaltos na região. Também foram apreendidas duas escopetas calibre 12, sete pistolas e um revólver, além de farta munição, coletes à prova de bala e uma grande soma em dinheiro de valor não informado.


Os detidos estavam em uma propriedade rural nas proximidades da BR-116. A operação, que está em andamento, conta com um grande número de militares, entre eles, policiais do Pelotão Tático Móvel do 47º Batalhão de Muriaé, equipes especializadas de Juiz de Fora e até um helicóptero da corporação.

Conforme a Assessoria de Comunicação do 47º BPM, o grupo é suspeito pela autoria de roubos ocorridos na região e em outras partes do estado, e estava sendo monitorado por militares de setor de Inteligência da unidade.

Durante as ações também foram apreendidos ao menos dois automóveis (Mitsubishi ASX e um Fiat Linea), que segundo a PM, seriam clonados, e recolhidos diversos aparelhos celulares e roupas que seriam utilizadas nos assaltos.


A operação prossegue e o balanço final deverá ser divulgado ainda nesta terça (8).


Fonte: Rádio Muriaé

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases