Proprietário de drogaria é preso em Pádua após vender comprimido abortivo para moradora de Cataguases

Um comerciante de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, foi preso em flagrante, depois de vender, para uma moradora de Cataguases, um medicamento utilizado ilegalmente para a indução do aborto. De acordo com informações, a prisão aconteceu na quinta-feira (21). Policiais Militares do 36º BPM já haviam sido alertados através de denúncia anônima e interceptaram o veículo GM Celta de aplicativo, no bairro Cidade Nova, onde viajava uma mulher, moradora de Cataguases, que levava consigo quatro comprimidos do medicamento abortivo. Ela alegou ter acabado de adquirir em uma drogaria que fica naquele mesmo bairro e que teria pago através de transferência bancária, realizada pelo companheiro, que determinou a interrupção da gestação. O comerciante foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. Com informações e foto da Folha de Italva  

Medo de nova greve de caminhoneiros faz cataguasense correr aos postos de combustíveis

Rumores de que uma nova greve de caminhoneiros poderia acontecer a partir do dia 9 deste mês, provocou uma corrida aos postos de combustíveis neste final de semana. 

A convocação foi feita pela União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC), mas a iniciativa não foi reconhecida pelas outras entidades representativas da classe como a Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) - principal liderança da greve de maio - e demais sindicatos. Em Minas, o presidente do Sindicato  Interestadual dos Caminhoneiros, José Nathan, afirmou que não está prevista, por enquanto, nenhuma paralisação da categoria.

Em Cataguases também houve corrida aos postos de combustíveis e longas filas se formaram na noite deste domingo (2). Há informação de que em alguns postos já falta gasolina.

A corrida aos postos aconteceu um dia após balanço divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) demonstrando queda no preço dos combustíveis nas principais cidades da Zona da Mata.

Comentários

  1. Esta redução de preços só não aconteceu em Cataguases e Muriaé que na verdade em quanto nas cidades próximas o preço foi reduzido Cataguases aumentou os preços passando a gasolina comum que tinha o preço médio de 4.95 para 5.04 contrariando as demais cidades e o anúnico ado pela mídia e pelo governo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a todos os bocós que correram aos postos e fizeram o feriadão dos donos uma maravilha! Povo gado!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases