Proprietário de drogaria é preso em Pádua após vender comprimido abortivo para moradora de Cataguases

Um comerciante de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, foi preso em flagrante, depois de vender, para uma moradora de Cataguases, um medicamento utilizado ilegalmente para a indução do aborto. De acordo com informações, a prisão aconteceu na quinta-feira (21). Policiais Militares do 36º BPM já haviam sido alertados através de denúncia anônima e interceptaram o veículo GM Celta de aplicativo, no bairro Cidade Nova, onde viajava uma mulher, moradora de Cataguases, que levava consigo quatro comprimidos do medicamento abortivo. Ela alegou ter acabado de adquirir em uma drogaria que fica naquele mesmo bairro e que teria pago através de transferência bancária, realizada pelo companheiro, que determinou a interrupção da gestação. O comerciante foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. Com informações e foto da Folha de Italva  

Candidato Anastasia visita Cataguases





O candidato ao governo de Minas, Antônio Anastasia (PSDB), visitou Cataguases na tarde desta quinta-feira (20).

Anastasia que esteve acompanhado do candidato ao senado, Rodrigo Pacheco, foi recepcionado pelo prefeito Willian Lobo e a primeira dama Sabrina Arcara, juntamente com o vice-prefeito Tita Lima na Casa de Eventos Manto Verde. Também compareceram ao evento os prefeitos: Bruno Siqueira (Astolfo Dutra);  Ioannis Grammatikopoulos, o "Grego" (Muriaé); Manoel Franklin (Dona Eusébia); Jucélia Baesso (Santana de Cataguases); José Roberto Oliveira (Leopoldina); Marcílio Bastos (São Geraldo) e Luiz Fortuce (Miraí), além do suplente de senador, Lael Varela, de candidatos aos poderes legislativos Estadual e Federal, vereadores, secretários municipais e lideranças políticas.

O prefeito Willian Lobo lembrou as diversas obras realizadas em Cataguases pelo então governador Anastasia, desde reformas de escolas como a construção do abatedouro municipal.

Anastasia fez um breve discurso para as centenas de pessoas presente, onde fez referência a história e arquitetura modernista de Cataguases onde ele classificou como uma das 10 principais realizações de quando era governador, a reforma do Colégio Cataguases e lamentou o fato do mural original de Portinari ter sido levado para São Paulo. Ele também criticou o atual governador por parcelar o salário dos servidores e não repassar os recursos para as prefeituras o que segundo ele está gerando um caos em Minas. 

Ao final o candidato respondeu perguntas da imprensa como o término do Nível II com UTIs neonatal entre outras coisas que não foram concluídas em seu governo. Anastasia disse que o atual governo é recordista em não ter terminado nada do que foi deixado. "Colocando a Casa em ordem, eu já anunciei, nós não vamos começar obras novas sem concluir as inacabadas e esta é uma delas, especialmente porque é prioridade na área da saúde, então vamos sim, com a Casa em ordem retomar este compromisso". O candidato também disse que será impossível honrar as dívidas com prefeitos e servidores de imediato mas que estas são duas prioridades que serão negociadas para serem normalizadas o mais breve possível.

Nesta campanha, Anastasia foi o primeiro candidato ao governo que passou por Cataguases. Depois do encontro o candidato seguiu para Leopoldina.

Confira abaixo trecho da entrevista coletiva.


Outros candidatos

O candidato do PT, Fernando Pimentel deu entrevista em Belo Horizonte; Jordano Metalúrgico (PSTU) fez panfletagem em Uberlândia e depois seguiu para Monte Carmelo; Romeu Zema (Novo) esteve em São Lourenço e Lambari, no Sul de Minas; Dirlene Marques (PSOL) se reuniu com movimentos de mobilidade urbana em Belo Horizonte; Adalclever Lopes (MDB) gravou programa eleitoral e Claudiney Dulim (Avante) concedeu entrevista em Belo Horizonte. João Batista Mares Guia (Rede) cancelou sua agenda por problemas de saúde e Alexandre Flach Domingues (PCO) não divulgou agenda.






Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases