Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Morador de Leopoldina tem perna amputada e filho pede ajuda para compra de prótese

Familiares de Sílvio Bastos, 62, que mora em Leopoldina, lançaram campanha de arrecadação de fundos para comprar uma prótese para a perna direita Familiares do Sr. Sílvio Bastos, de 62 anos, residente em Leopoldina, iniciaram uma campanha de arrecadação de recursos para a compra de uma prótese para sua perna direita, amputada no início de 2020 devido a complicações relacionadas à diabetes. O filho do paciente, Jeferson, entrou em contato relatando a situação em busca de ajuda dos leitores e leitoras que acessam o jornal e informando sobre a “vaquinha”, aberta para tentar comprar a prótese. De acordo com o orçamento, datado de 7 de abril deste ano, a prótese para amputação transtibial, pé sach, encaixe em resina acrílica, reforço em carbono, sistema por pino de fixação com liner em silicone, tem o valor orçado em R$ 9.500,00. “Olá! Venho por meio deste avisar que estamos fazendo uma corrente do bem pra tentar comprar a prótese de meu pai”, escreveu Jeferson. “Meu pai veio sofrendo de di

Pela primeira vez "Minha Casa Minha Vida Rural" contempla famílias dos distritos de Cataguases

Quatorze famílias de agricultores e trabalhadores rurais do município assinaram na manhã desta quinta-feira (3), o contrato que autoriza a construção de 14 unidades habitacionais subsidiadas por meio do Minha Casa Minha Vida Rural. 

A assinatura aconteceu na prefeitura de Cataguases e além do prefeito Willian Lobo de Almeida, contou com a presença da gerente geral da Caixa Econômica Federal em Cataguases, Kátia Costa Miranda Ladeira, servidores da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e dos vereadores Mauro Ruela e Rogério Ladeira.

“Graças a essa parceria com a Caixa e graças ao empenho das equipes das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente e a de Desenvolvimento Social, a Prefeitura ajuda a realizar o sonho que dá segurança a essas famílias, para que permaneçam no campo, atuem na agricultura familiar, valorizem o patrimônio e a própria força de trabalho que faz parte da memória e tradição do nosso município”, afirmou o prefeito Willian. 

O Minha Casa Minha Vida Rural destina-se a famílias com renda anual bruta de até R$ 17 mil e que estejam enquadradas no grupo B do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). O valor subsidiado por moradia a ser construída será de R$ 36,6 mil. Os contemplados por esse crédito vão pagar apenas 4% do valor contratado, divididos em quatro parcelas anuais de R$ 366. O imóvel padrão será composto de sala, dois quartos, banheiro e copa/cozinha, com área de 43 metros quadrados. Além de serviços de terraplanagens onde houver necessidade, a Prefeitura ficará responsável pela gestão do projeto, desde a licitação para a contratação da empresa que fará as construções. “Em 29 anos de Caixa, 12 de gerência, esta é a primeira vez que participo de assinatura de contrato do Minha Casa Minha Vida Rural. Já haviam tentado cinco outras vezes em administrações passadas, mas nunca conseguiram concluir como agora. Sendo cataguasense, fico ainda mais feliz por ver tanto esforço conjunto sendo recompensado em nosso município”, disse a gerente da Caixa em Cataguases, Kátia Costa Miranda Ladeira. Ela destacou o mérito desta realização especialmente diante das atuais dificuldades em se obter um financiamento habitacional.

O projeto foi solicitado oficialmente ao Ministério das Cidades por ocasião da visita do prefeito Willian em Brasília no ano passado. Esta é a primeira vez que Cataguases é contemplada. Equipes das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente e a de Desenvolvimento Social articularam suas ações para que, junto à Caixa, pudessem ser realizadas as inscrições, em processo que foi devidamente divulgado e exigiu dos interessados uma criteriosa apresentação de documentos.  

“Ouvi de muita gente que isso não daria em nada, mas eu preferi acreditar e o resultado está aí”, disse o produtor rural Kleber Miranda Sertório. 

Com informações e foto da Prefeitura de Cataguases

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui