Covid-19: plano nacional de vacinação terá quatro fases

Proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Agência Brasil O plano nacional de vacinação contra a covid-19 terá quatro fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos a partir do risco da evolução para quadros graves diante da infecção, da exposição ao vírus e de aspectos epidemiológicos da manifestação da pandemia no país. A proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira (1º) com a participação do Ministério da Saúde e outras instituições, como a Fundação Oswaldo Cruz, o Instituto Butantan, o Instituto Tecnológico do Paraná e conselhos nacionais de secretários estaduais (Conass) e municipais (Conasems) de saúde. A primeira fase terá como prioridade trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais e idosos em instituições de longa permanência (como asilos), bem como povos indígenas. Na segunda fase a imunização será focada nos idosos de 60 a 74 anos. Pacientes a partir de 6

Ação conjunta prende rapidamente suspeito de roubo e estupro a mulher que percorria o "Caminho da Luz" em Tombos

Na quarta-feira (15), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em ação conjunta com a Polícia Militar, prendeu em flagrante, na cidade de Tombos, na Zona da Mata Mineira, a aproximadamente 122 quilômetros de Cataguases, um homem, de 20 anos, suspeito de cometer estupro e roubo.  Ele teria abordado uma mulher, de 36 anos, que percorria o caminho da luz (caminho que liga a Cachoeira de Tombos ao Pico da Bandeira), na zona rural da cidade. O suspeito teria anunciado o assalto, exigindo que a mulher entregasse a mochila e, em seguida, a estuprou e fugiu.

De acordo com o Delegado Diêgo Candian Alves, a mulher foi socorrida por moradores do local que, imediatamente, acionaram a Polícia Militar e encaminharam a vítima para o Pronto Socorro local. Ela descreveu as características do suspeito e, em parceria com a Polícia Civil, os policiais localizaram o homem e seus irmãos, que foram conduzidos para fins de esclarecimentos e reconhecimento. Diante dos policiais, a vítima reconheceu o investigado como sendo o autor do crime, e contou que ele teria agido sozinho.

O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado à 38ª Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Tombos, onde a prisão foi ratificada pelo Delegado de Polícia. Na unidade, o suspeito confessou a autoria dos crimes.

"Em 17 anos de caminho da luz, essa é a primeira vez que um fato de tamanha gravidade ocorre em nossa comarca, mas felizmente, graças ao empenho de nossos policiais civis e militares, o crime foi elucidado e o suspeito preso. A resposta a esses crimes hediondos foi rápida e imediata”, pontuou o Delegado Diêgo Candian Alves.

O Delegado Diêgo Candian autuou o investigado no roubo qualificado tentado (por ter o suspeito restringido a liberdade da vítima) e estupro consumado. O preso se  encontra à disposição da Justiça.




Caminho da Luz

O Caminho da Luz é uma rota de peregrinação de aproximadamente 200 km , entre a Cachoeira de Tombos e o Pico da Bandeira, que pode ser percorrida a pé em 7, 8 ou 9 dias. 

O início da caminhada é na base da Cachoeira de Tombos, a 5ª maior em volume de queda d'água do país, situada na divisa de Minas Gerais com o Rio de Janeiro, passa pela Gruta da Pedra Santa, em Catuné, Pedra Dourada, Faria Lemos, Carangola, Caiana, Espera Feliz, Caparaó, Galileia e Alto Caparaó, até a Igreja de São Paulo Apóstolo.

Milhares de peregrinos do Brasil e exterior de 7 a 80 anos percorrem o Caminho anualmente, só ou em grupo.

Durante todo o percurso do Caminho da Luz, fragmentos de mica e cristais emergem do solo, proporcionando-lhe um brilho especial, daí o nome, Caminho da Luz. 


Com informações da Assessoria de Comunicação da PCMG e
caminhodaluz.org.br
Fotos: Rádio Muriaé

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases