Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

PCMG realiza operação “Cataclisma” em Muriaé

Ação foi realizada no município da Zona da Mata mineira para combater o tráfico. Um suspeito foi preso e drogas foram apreendidas A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou, nesta quinta-feira (13/1), a operação “Cataclisma”, visando combater o tráfico de drogas no município de Muriaé, na Zona da Mata mineira. Na ocasião, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão no Bairro Padre Tiago, um suspeito de 29 anos foi preso.  Além disso, também foram apreendidos, aproximadamente, dois quilos de maconha, 41 papelotes de cocaína, R$ 112 e uma balança de precisão. Conforme informações do delegado Glaydson Souza, levantamentos da PCMG apontaram que o investigado realizava a mercancia ilícita de entorpecentes na residência dele, onde foram localizados os materiais.  O rapaz foi preso em flagrante por tráfico e conduzido até a unidade policial.  Operação “Cataclisma” De acordo com o delegado, o nome da operação faz alusão à dificuldade de acesso ao imóvel do suspeito, já que no loc

Férias: importante ficar atento às brincadeiras e reformas próximas à rede elétrica

Energisa alerta para os riscos de se aproximar da rede.


Janeiro, mês de férias, época do ano em que muitas pessoas aproveitam para fazer aquela reforma em casa. Seja na área interna ou externa, não é raro encontrar improvisos que colocam em risco a segurança tanto para quem trabalha na obra, como para os moradores e comunidade vizinha. Por isso, a Energisa sempre reforça a necessidade de manter o distanciamento seguro da rede elétrica.

“Nem todos sabem, mas um acidente pode acontecer mesmo sem haver o contato direto dos equipamentos com os fios. A proximidade de um equipamento ou ferramenta de trabalho com a rede pode causar uma descarga por indução elétrica, provocando lesões ou até a morte do profissional”, explica o gerente de Operações da Energisa, Anderson Rabelo.

Uma das iniciativas da Energisa junto à comunidade é a Parada de Segurança, realizada periodicamente, onde diversos profissionais da empresa se mobilizam em visitas de campo para realizar vistorias e dar orientações de segurança com rede elétrica para a população. Ano passado, a Energisa em Minas Gerais identificou e revisitou mais de 600 casos de obras que apresentavam risco. “Uma oportunidade de estarmos próximos dos profissionais do ramo da construção civil e dos clientes, com orientações sobre perigos de construções e serviços próximos à rede elétrica, e com dicas sobre como soltar pipa com segurança”, comenta Rabelo.

Ao todo, cerca de 100 colaboradores participaram da Parada de Segurança em 2021. Com as ações foram conscientizadas aproximadamente 1.000 pessoas, entre proprietários de imóveis e profissionais da construção civil, crianças e adolescentes. Além da orientação aos profissionais, em casos de risco de acidente, as equipes da Energisa recomendam a paralisação da obra, reforçando a necessidade de conformidade às normas de segurança. 

Para uma reforma ou construção segura, a Energisa orienta que:

mantenha uma distância mínima de 2 metros da rede elétrica, principalmente ao movimentar materiais metálicos, como barras de ferro, vergalhões e escadas e também nas construções e manutenções de telhados;
nunca tente retirar materiais que tenham caído sobre ou estejam em contato com a rede elétrica, pois podem conduzir eletricidade provocando acidentes;
ao realizar pintura de fachadas, ev​ite o uso de extensores nos cabos, pois eles poderão se aproximar ou tocar a rede elétrica; 
a colocação de andaimes deve ser planejada e com distância segura da rede elétrica;
na instalação ou conserto de antenas, cuidado com a rede elétrica: escolha um lugar afastado dos fios, observando quando o tempo estiver bom, sem chuva.
 
Alerta redobrada também com as crianças

Além das reformas nas férias, janeiro também é o período em que a criançada está em casa, cheia de energia e tempo livre. Empinar pipas é uma brincadeira muito comum nessa época do ano, mas quando realizada próximo à rede elétrica pode trazer riscos.

Para os pais que estimulam a brincadeira ao ar livre, a orientação é sobre a escolha do lugar. É indispensável que os pais e responsáveis direcionem as brincadeiras para parques e campos abertos, longe da rede de energia, o que evita interrupção do fornecimento de energia e acidentes. Em 2021, foram registradas pela Energisa mais de 50 ocorrências de pipas na rede elétrica, interrompendo o fornecimento de energia para mais de 25 mil clientes.

“As pessoas jamais devem tentar retirar as pipas presas na fiação e postes de energia. Em caso de interrupção de energia ou cabo partido, a recomendação é acionar a Energisa o mais rápido possível pelos nossos canais para evitar acidentes. Apenas os profissionais autorizados pela Energisa, equipados com todos os itens de segurança e treinamentos necessários, podem fazer a manutenção na rede elétrica. O uso de materiais cortantes como linha chilena e o cerol, também não é indicado, já que pode provocar graves acidentes”, acrescenta Rabelo.

Em caso de dúvidas, entre contato com a Energisa pelos canais de atendimento:   
  • Aplicativo para celular Energisa On  
  • Gisa - (32) 9 8426-1352 (assistente virtual da Energisa pelo WhatsApp)  
  • www.energisa.com.br  
  • Call Center – 0800 032 0196
Fonte: Assessoria de comunicação da Energisa

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui