Pular para o conteúdo principal
Unipac
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

2 de dezembro: Minas Gerais completa hoje 301 anos de emancipação

Minas começou a ganhar autonomia administrativa em 1720, quando formou uma capitania própria e foi, por muito tempo, centro econômico brasileiro Neste dia 2 de dezembro de 2021, Minas Gerais completa 301 anos de sua emancipação da capitania de São Paulo, por alvará régio do Rei Dom João V, assinado após ouvir o Conselho Ultramarino, em 2 de dezembro de 1720. Até se tornar um estado tal qual conhecemos hoje, muita coisa aconteceu. A capitania de Minas Gerais foi o primeiro passo para a autonomia administrativa de Minas e ela é resultado do desmembramento da capitania de São Paulo e Minas do Ouro.  Com a descoberta da abundância de ouro no fim do século XVII a região se tornou o centro econômico da colônia. "Minas é, durante muito tempo, um conjunto de arraiais. Eu costumo comparar Minas nesse período com um filme de faroeste. É uma terra sem lei onde não existe um aparato administrativo, que vai se instalar só por volta de 1709 e que vai se consolidar por volta de 1720", expli

INPE alerta para novembro com chuvas acima da média

Energisa reúne importantes órgãos em encontro de preparação para as chuvas. População também deve ficar atenta.


Energisa, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e prefeituras municipais se reuniram nesta quinta-feira, 28/10, em um encontro, com mais de 70 representantes dos municípios da área de concessão da Energisa em Minas Gerais, que abordou o cenário meteorológico, preparação e desafios para a época de chuvas.

“Todos os anos somos desafiados a enfrentar situações adversas que vão de tempestades, deslizamentos, enchentes, algumas que beiram verdadeiras catástrofes. Em 2020, fomos surpreendidos por enchentes sequenciais em menos de dois meses em cidades da nossa área de concessão. Queremos pensar juntos como enfrentar da melhor forma os desafios, sempre garantindo a segurança de todos”, explicou Fabio Lancelotti, diretor Técnico e Comercial da Energisa.

“Nós da Energisa nos preparamos para enfrentar situações de contingência. Simulamos situações críticas, treinamos nossas equipes, definimos as responsabilidades para atuarmos com agilidade e segurança. Precisamos estar sempre preparados”, acrescentou Anderson Rabelo, gerente de Operações da Energisa.



O encontro que contou com palestras sobre previsões climáticas e descargas atmosféricas do INPE e apresentações da Energisa, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil sobre preparação e desafios para períodos das chuvas, teve como ponto alto a mesa de debate mediada pelo jornalista Marcelo Lopes com a participação de Ana Paes - meteorologista do INPE; Capitão Guilarducci – Comandante da 2ª Cia do 4º Batalhão de Bombeiros Militar; Subtenente PM Jerônimo Agente Regional de Defesa Civil da 4ª RPM e Fabio Lancelotti e Artêmio de Souza Filho - Analista de Meio Ambiente da Energisa.

De acordo com Ana Paes do INPE, é preciso redobrar a atenção, já que depois de um período com chuvas abaixo da média, em algumas regiões do país, como no Sudeste, o período chuvoso vem chegando com força. Isso porque “os modelos climáticos apontam que ao menos nos meses de novembro e dezembro de 2021 os acumulados de chuva tendem a ficar acima da média climatológica do período. Em relação à temperatura, principalmente em dezembro, elas ficarão acima da média. Vale ressaltar que em dezembro tem início o verão, estação com maior ocorrência de tempestades, e com isso os alertas e medidas preventivas em relação aos riscos de fenômenos meteorológicos adversos devem ser redobrados”, alertou a meteorologista.



Capitão Guilarducci destacou a importância da ação como forma de prevenção e preparação para o período chuvoso. “É importante que empresas, entidades, órgãos públicos e a sociedade organizada possam conversar para que as ações sejam mais bem preparadas e a gente consiga minimizar os impactos de enchentes, inundações. Foi uma tarde produtiva, aprendemos muito, conversamos e saímos com um aprendizado grandioso e importante para a nossa atuação”.

Subtenente da PM Jerônimo também destacou a importância da preparação e da parceria entre os órgãos, visando sempre a prevenção, com medidas para reduzir as consequências do risco de desastre e otimizar as ações de danos.

“Muito importante esta iniciativa para integrar as agências responsáveis pelo gerenciamento das crises, nos permitindo entender um pouco sobre a climatologia da nossa região e o que podemos esperar para os próximos meses, além de conhecermos os representantes dos nossos municípios. Trabalhamos com base na prevenção, logo compartilhar informações é muito importante nesse cenário”, comentou o Tenente Flávio, Comandante da 2ª Cia de Bombeiros Militar de Manhuaçu.



Carlos Henriques Pires Junior, Secretários de Serviços urbanos de Cataguases e Agente da Defesa Civil, agradeceu a Energisa por este evento “grandioso onde a prevenção é fundamental para reduzir riscos para a população. O que vi aqui hoje é uma ação de preparação para atender a população mais rápido possível e com eficiência”.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Energisa

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui