Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Lojas Maçônicas e Capítulo DeMolay Cataguases inauguram sede do Projeto Superação

De cunho social, projeto já atendeu mais de 950 famílias com empréstimos de cadeiras de rodas, camas hospitalares e doações de perucas entre outros





As Lojas Maçônicas e o Capítulo DeMolay Cataguases, nº 579, inauguraram na tarde desta sexta-feira (20), Dia do Maçom, na Rua Ofélia Resende, 101, no bairro Menezes, a nova sede do Projeto Superação, projeto de cunho social mantido pelas entidades.

Conforme explicou Gilmar Vecchi Simões, o Projeto Superação foi idealizado em 2013, por ocasião dos 10 anos do Capítulo DeMolay Cataguases e começou a funcionar efetivamente em 2016 com os primeiros empréstimos de cadeiras de rodas, tendo como objetivo principal a prestação de serviços sociais gratuitos à população. Hoje conta com um grande acervo que possibilita o empréstimo de cadeiras de rodas, cadeiras de banho, muletas, bengalas, andadores, colchões pneumáticos, camas hospitalares e a doação de perucas para pacientes de quimioterapia. Até o momento, o projeto já atendeu – entre 16 de junho de 2016 a 16 de junho de 2021 – 954 famílias.


Além dos importantes serviços listados, o Projeto Superação atua também com a preservação do Meio Ambiente, através do plantio de árvores e com a promoção da Educação em Saúde, através das “Tendas Superação” que são instaladas no centro da cidade de quatro em quatro meses, em parceria com as escolas de enfermagem de Cataguases.


Ampliação dos serviços


Conforme demonstrou Gilmar Vecchi, o projeto não para de crescer e outros serviços já estão em análise para execução futura, como:
  • Atendimento gratuito à pessoas carentes de Cataguases através da utilização de profissionais ligados à Maçonaria, como advogados, psicólogos, contadores, administradores, engenheiros, entre outros.
  • Equoterapia: método terapêutico e educacional, que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem multidisciplinar e interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, indicada, entre outros, para tratamentos de comprometimentos motores, mentais e sociais.
  • Fabricação de sutiãs com próteses, para mulheres que tenham passado pelo procedimento de mastectomia.
A intenção é transformar o projeto em uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) e assim, ampliar ainda mais os serviços prestados.





Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui