Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Morador de Leopoldina tem perna amputada e filho pede ajuda para compra de prótese

Familiares de Sílvio Bastos, 62, que mora em Leopoldina, lançaram campanha de arrecadação de fundos para comprar uma prótese para a perna direita Familiares do Sr. Sílvio Bastos, de 62 anos, residente em Leopoldina, iniciaram uma campanha de arrecadação de recursos para a compra de uma prótese para sua perna direita, amputada no início de 2020 devido a complicações relacionadas à diabetes. O filho do paciente, Jeferson, entrou em contato relatando a situação em busca de ajuda dos leitores e leitoras que acessam o jornal e informando sobre a “vaquinha”, aberta para tentar comprar a prótese. De acordo com o orçamento, datado de 7 de abril deste ano, a prótese para amputação transtibial, pé sach, encaixe em resina acrílica, reforço em carbono, sistema por pino de fixação com liner em silicone, tem o valor orçado em R$ 9.500,00. “Olá! Venho por meio deste avisar que estamos fazendo uma corrente do bem pra tentar comprar a prótese de meu pai”, escreveu Jeferson. “Meu pai veio sofrendo de di

Escola de Energia: Energisa e SENAI abrem 70 vagas para formação em TI, em MG

Inscrições para o processo seletivo começam hoje, 07 de junho, e estão abertas até o dia 25 de junho


A Energisa, por meio do projeto Escola de Energia, continua investindo na inserção de jovens no mercado de trabalho. A iniciativa abriu nesta segunda-feira (07/06) as inscrições para o processo seletivo de 70 vagas para formação em Tecnologia da Informação, em Minas Gerais (Cataguases, Leopoldina, Muriaé, Ubá e Visconde do Rio Branco), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). O curso, que será ministrado a distância, terá duração de quatro meses, e as inscrições podem ser feitas até o dia 25 de junho, clicando aqui.

Os estudantes que completarem a formação poderão ser contratados pela Energisa a partir da conclusão do curso. Nesse modelo, o aluno investe R$ 273,50 e os R$ 1.000,00 restantes são concedidos como desconto pelo Senai, por meio da parceria com a empresa.

A formação vem num momento oportuno para os mais jovens. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, mais de um em cada seis jovens deixou de trabalhar desde o início da pandemia a nível global. No Brasil, ainda em 2019, 47,2 milhões de jovens (28% da população ativa com mais de 15 anos) representavam 54% dos trabalhadores desocupados.

O candidato deverá ser formado ou estar cursando o último ano dos cursos a seguir: Sistema de Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia Software, Ciência da Computação e Engenharia da Computação, áreas em que há cada vez mais oportunidades no mercado.

“Sabemos que conseguir o primeiro emprego sem formação e conhecimento técnico é um desafio atualmente. Por isso, estamos apostando na capacitação. Para nós, é gratificante ajudar a transformar histórias, também colaborar com um mercado de trabalho mais capacitado e ainda levar desenvolvimento tecnológico para a nossa região”, garante o diretor-presidente da Energisa, Eduardo Mantovani.

Potencializar a formação profissional, fortalecendo o conhecimento técnico e gerar oportunidades de empregabilidade e crescimento é um dos objetivos estratégicos da Energisa. A parceria entre o projeto Escola de Energia e o SENAI ocorre desde 2013 e, a partir de 2017, foi ampliada a nível nacional após a assinatura de um convênio com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Desde então, a Escola já formou mais de 1,6 mil profissionais em todo o país, sobretudo em áreas ligadas à energia elétrica.

Antonio Negreiros, diretor de Gente do Grupo Energisa, considera que o projeto é uma oportunidade para os jovens iniciarem suas carreiras. “Atuamos num setor que é estratégico e fundamental para o país, com uma demanda crescente de profissionais qualificados em diversas regiões. Portanto, com a Escola de Energia, firmamos um compromisso com uma instituição renomada para gerar essas oportunidades em todo o Brasil”, afirma o executivo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Energisa

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui