Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Morador de Leopoldina tem perna amputada e filho pede ajuda para compra de prótese

Familiares de Sílvio Bastos, 62, que mora em Leopoldina, lançaram campanha de arrecadação de fundos para comprar uma prótese para a perna direita Familiares do Sr. Sílvio Bastos, de 62 anos, residente em Leopoldina, iniciaram uma campanha de arrecadação de recursos para a compra de uma prótese para sua perna direita, amputada no início de 2020 devido a complicações relacionadas à diabetes. O filho do paciente, Jeferson, entrou em contato relatando a situação em busca de ajuda dos leitores e leitoras que acessam o jornal e informando sobre a “vaquinha”, aberta para tentar comprar a prótese. De acordo com o orçamento, datado de 7 de abril deste ano, a prótese para amputação transtibial, pé sach, encaixe em resina acrílica, reforço em carbono, sistema por pino de fixação com liner em silicone, tem o valor orçado em R$ 9.500,00. “Olá! Venho por meio deste avisar que estamos fazendo uma corrente do bem pra tentar comprar a prótese de meu pai”, escreveu Jeferson. “Meu pai veio sofrendo de di

Homem morre na cachoeira usina da fumaça em Muriaé



O que era para ser um passeio na cachoeira de final de semana se transformou em fatalidade. Um homem de 29 anos, natural de Padre Paraíso-MG, identificado como Renato Pinheiro Duarte, morreu na tarde deste domingo (30) na cachoeira Usina da Fumaça, um dos pontos turísticos mais frequentados de Muriaé, principalmente quando a temperatura está elevada na cidade.

Segundo informações colhidas no local, a vítima estava acompanhada de mais três amigos e antes de retornar para Muriaé, pediu para um dos rapazes que o acompanhava para tirar uma foto mergulhando. Após submergir nas águas da cachoeira, não voltou mais à superfície.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e após incessantes buscas pelo local, encontrou a vítima a oito metros de profundidade sem vida. O corpo foi removido com muita dificuldade e contou com a ajuda de banhistas que estavam no local.

Renato estava trabalhando em Muriaé em um empreendimento imobiliário e aproveitou o final de semana para conhecer a cachoeira com os amigos.

A Perícia Criminal da Polícia Civil foi acionada para apurar as causas da morte.

Neste domingo, as águas estavam acima do nível normal, gerando correnteza e pouca visibilidade.

Fonte: Rádio Muriaé

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui