Energisa utiliza helicóptero para inspeções na rede elétrica e garante agilidade em 95% dos serviços

Foram investidos R$ 180 mil para inspecionar 580 km de linhas. O compromisso da Energisa é a excelência no fornecimento de energia elétrica, serviço essencial para toda a população. Por isso, a empresa está investindo cada vez mais em tecnologia e modernizando a rede elétrica. Para agilizar as inspeções na rede, a Energisa Minas Gerais conta com equipamentos modernos e um helicóptero para inspeções visuais e termográficas aéreas nas linhas, garantindo maior rapidez. Dentro do planejamento estratégico de investimento na rede, no mês de março, foram inspecionados aproximadamente 580 km de linhas de transmissão, que interligam as subestações da área de concessão da Energisa em Minas Gerais, um investimento de cerca de R$ 180 mil. Utilizando equipamentos de alta tecnologia, com uma câmera das mais avançadas do mercado, acoplada ao helicóptero, é possível identificar, desde o estágio inicial, os locais onde ações corretivas devem ser realizadas de forma programada. A câmera de

Rompimento de adutora causou atraso no reabastecimento de água em Cataguases

Secretário de obras informou que pedido da prefeitura foi para que Copasa desviasse a adutora para evitar falta de água, mas empresa preferiu assumir o risco


O secretário municipal de obras, Walber Lacerda Alves, informou para o Site Mídia Mineira, na manhã deste domingo (13), que o atraso no abastecimento de água, que estava previsto para as 15 horas de ontem, sábado (12), aconteceu devido a uma decisão da Copasa em não desviar a adutora, como era o pedido inicial da prefeitura, optando por apenas desligá-la. Com a colocação das aduelas, a adutora rompeu-se e foi necessário recompor toda a adutora, serviço que terminou por volta das 2 horas da madrugada de hoje.

O secretário esclareceu também, que se a Copasa tivesse desviado a adutora como foi pedido pela prefeitura, os bairros não sofreriam com a falta de água. Segundo ele, as tubulações estão ligadas mas como os reservatórios estavam vazios pode demorar para abastecer. "Como o bairro São Marcos é ligação direta a COPASA está em campo instalando uma bomba para abastecer este bairro", disse. A expectativa é que a situação seja normalizada neste domingo.

O secretário esclareceu ainda que a obra na entrada do Ibrahim não vai mais precisar desligar a adutora. "O restante do serviço será realizado com ela ligada. Um outro tubo menor rompeu agora mas este vai ser consertado pela COPASA sem ter que desligar a adutora", explicou.

Desde as 16 horas de sábado, o Site Mídia Mineira esteve em constante contato com os responsáveis para atender as reivindicações de seus leitores.

Comentários

  1. A água até agora não chegou no São Marcos a mais de 24 horas sem água e com esse calor

    ResponderExcluir
  2. Nós do bairro São Pedro estamos sem água desde sexta-feira 11/09/2020
    Até agora as 23:00 do domingo dia 13 ainda estamos sem água
    Sérgio Prado
    Moro na rua 14bairro São Pedro

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases