AGORA É LEI: Em Cataguases autistas terão direito a Carteira de Identificação para garantia de direitos

Lei do vereador Ricardo Dias foi sancionada pelo prefeito José Henriques no último domingo (9) O prefeito de Cataguases, José Henriques, sancionou a Lei nº 4751/2021, de autoria do vereador Ricardo Dias que Institui e Regulamenta a emissão da Carteira de Identificação da pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIA/TEA) no âmbito do Município de Cataguases. O documento será emitido pelos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS), vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social e o portador poderá usufruir dos direitos concedidos a pessoa com TEA no Município, como preferência e prioridade total em todos os órgãos, setores e repartições públicas e particulares que possuam filas e ordem de chegada para fins de atendimento, gratuidade em estacionamentos públicos e privados, entre outros. A Lei já está em vigor e os responsáveis devem se dirigir a Secretaria de Desenvolvimento Social, localizada no Centro Administrativo na Rua Gama Cerqueira, 70, na Vila Domingos Lopes ou a um

Chuvas levam o caos para o Sul de Minas

A noite desta terça-feira (11) foi marcada pelo caos provocado pelas fortes chuvas no Sul de Minas.

Até o momento há notícia de danos em pelo menos sete cidades do Sul de Minas, são elas: Bandeira do Sul, Poço Fundo, Campestre, Caxambu, Espírito Santo do Dourado, Muzambinho e Soledade de Minas

Em Bandeira do Sul são 320 pessoas desalojadas e 80 desabrigados. A prefeitura decretou Situação de Emergência.
Bandeira do Sul - Foto: Luciano Guru Pedrilio / Rota 21 (Rede Social)

Em Poço Fundo várias ruas foram totalmente tomadas pelas águas. O transbordamento do Rio Machado e de outros córregos trouxe o caos para o município de 17 mil habitantes, destruindo várias pontes e afetando tanto a área urbana quanto a rural. No Município já são mais de mil pessoas desalojadas e cerca de 50 desabrigados. O prefeito decretou Estado de Calamidade Pública. 


Poço Fundo - Foto: Reprodução Rede Social

Campestre foi outro município atingido e que decretou Estado de Calamidade Pública. Quase cinquenta pessoas foram contabilizadas, entre desalojados e desabrigados. 

Caxambu, registrou um óbito por soterramento. Uma mulher de 58 anos, identificada como Sandra Regina Parede, morreu após retornar para sua residência que já estava interditada pela Defesa Civil. Ao todo, cerca de 10 pessoas estão desalojadas ou desabrigadas.

Em Espírito Santo do Dourado oito pessoas foram retiradas de suas residências por risco de deslizamento de encosta.

Em Muzambinho duas casas foram interditadas pelo Corpo de Bombeiros por risco de deslizamento.

Soledade de Minas registrou deslizamento de encosta, atingindo três residências, mas felizmente, sem óbitos.

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases