Proprietário de drogaria é preso em Pádua após vender comprimido abortivo para moradora de Cataguases

Um comerciante de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, foi preso em flagrante, depois de vender, para uma moradora de Cataguases, um medicamento utilizado ilegalmente para a indução do aborto. De acordo com informações, a prisão aconteceu na quinta-feira (21). Policiais Militares do 36º BPM já haviam sido alertados através de denúncia anônima e interceptaram o veículo GM Celta de aplicativo, no bairro Cidade Nova, onde viajava uma mulher, moradora de Cataguases, que levava consigo quatro comprimidos de Cytotec. Ela alegou ter acabado de adquirir em uma drogaria que fica naquele mesmo bairro e que teria pago através de transferência bancária, realizada pelo companheiro, que determinou a interrupção da gestação. O comerciante foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. Com informações e foto da Folha de Italva  

Polícia Civil desvenda caso de desaparecimento de empresário em Juiz de Fora

A Polícia Civil desvendou o caso de um empresário desaparecido em Juiz de Fora e prendeu, na noite dessa quinta-feira (30), no Bairro Alto dos Passos, o filho dele, um jovem de 24 anos, por ter cometido o crime de homicídio.

Conforme informações do Delegado Luciano Vidal, desde a última sexta-feira (24), policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia Civil apuravam o desaparecimento do idoso, de 64 anos. “ Na verdade, ele foi morto pelo filho. Apuramos o caso, localizamos o corpo e o rapaz confessou o crime”, esclareceu, complementando que ele foi preso em virtude de mandado de prisão expedido pela Justiça, a pedido da autoridade policial.  

De acordo com o Delegado, várias pessoas foram ouvidas e, durante as oitivas, houve incoerência no depoimento do filho do empresário. “Apreendemos o carro dele e foi feito exame de luminol pela perícia, apontando sangue no carro. O rapaz foi ouvido novamente e confessou o homicídio”, explicou. Imagens de câmeras de segurança também auxiliaram nas apurações. 

Investigações apontam que o crime teria ocorrido por conta de uma discussão entre pai e filho, no interior do veículo do rapaz, que resultou na morte do idoso, atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça. “ O suspeito foi para uma estrada de terra, em Sarandira, e desovou o corpo da vítima no local. Ontem, à tarde, localizamos o corpo”, concluiu.

Segundo o Delegado Regional de Juiz de Fora, Dr Armando Avolio Neto, essa foi  "mais uma resposta da Polícia Civil com relação a um crime violento. Respostas rápidas e efetivas, dessa forma, têm impactado diretamente na diminuição do número de crimes violentos em Juiz de Fora",destacou.


O jovem foi encaminhado à unidade prisional, onde se encontra à disposição da Justiça.

Fonte: assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases