Corpo é encontrado amordaçado e com as mãos amarradas, boiando no Rio Muriaé

Na manhã deste domingo (11), um corpo do sexo masculino foi encontrado boiando no Rio Muriaé, na altura da Rua Paulo Roberto Guimarães, no bairro Patrimônio São José em Muriaé. Conforme a Polícia Militar, o corpo, ainda não identificado, foi encontrado por moradores que acionaram o corpo de Bombeiros. A vítima estava em avançado estado de decomposição, com as mãos amarradas para trás, vestido com roupas femininas e com a boca amordaçada por uma sacola plástica.  A Polícia Civil irá investigar o caso. Fotos: Site do Silvan Alves  

Polícia Civil apura primeiro homicídio do ano ocorrido em Ubá

A Polícia Civil de Minas Gerais apura o homicídio consumado ocorrido no dia 04 de janeiro, em desfavor de Anderson Souza, 36 anos, no Bairro Palmeiras, em Ubá.

Conforme informações do titular da Delegacia Antidrogas e Homicídios, Delegado Alexandrino Rosa de Souza, os investigadores, juntamente com a perícia técnica, iniciaram as investigações no local e conseguiram identificar o suspeito. “Um homem de 25 anos com quem Anderson possuíra desavenças pretéritas”, informou. Após diligências efetuadas pela Polícia Civil, o investigado se apresentou na terça-feira (8) na Delegacia Regional de Ubá, acompanhado do advogado dele. O suspeito foi ouvido e confessou o crime. “ Ele indicou o paradeiro da arma utilizada, apreendida pelos policiais civis”, contou.

Segundo a autoridade policial, “o suspeito alegou legítima defesa, pois Anderson Souza teria investido contra o autor com uma faca, razão pela qual teria efetuado os disparos. Alega que o motivo pelo crime teria sido um homicídio praticado por Anderson, no final do ano de 2017, cuja vítima era amiga do suspeito”.

O Delegado explicou ainda que a vítima, Anderson Souza, respondia por dois homicídios e estava em liberdade. Ele havia sido preso em operação deflagrada pela mesma equipe no dia 21 de junho do ano passado, por homicídio praticado próximo à rodoviária de Ubá, no dia 29 de setembro de 2016.

As investigações continuam com o objetivo de esclarecer todas as circunstâncias do caso e, posteriormente, serão encaminhadas ao Poder Judiciário para o prosseguimento do processo judicial.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases