Energisa utiliza helicóptero para inspeções na rede elétrica e garante agilidade em 95% dos serviços

Foram investidos R$ 180 mil para inspecionar 580 km de linhas. O compromisso da Energisa é a excelência no fornecimento de energia elétrica, serviço essencial para toda a população. Por isso, a empresa está investindo cada vez mais em tecnologia e modernizando a rede elétrica. Para agilizar as inspeções na rede, a Energisa Minas Gerais conta com equipamentos modernos e um helicóptero para inspeções visuais e termográficas aéreas nas linhas, garantindo maior rapidez. Dentro do planejamento estratégico de investimento na rede, no mês de março, foram inspecionados aproximadamente 580 km de linhas de transmissão, que interligam as subestações da área de concessão da Energisa em Minas Gerais, um investimento de cerca de R$ 180 mil. Utilizando equipamentos de alta tecnologia, com uma câmera das mais avançadas do mercado, acoplada ao helicóptero, é possível identificar, desde o estágio inicial, os locais onde ações corretivas devem ser realizadas de forma programada. A câmera de

Médium João de Deus está preso em cela individual e isolado dos demais presos

Médium é acusado por mais de 330 mulheres por crimes diversos, desde assédio a  estupro e estupro de vunerável

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
O médium João de Deus, 76 anos, chegou no início da noite deste domingo à delegacia de Goiânia. Ele se entregou por volta das 16h30, próximo a Abadiânia, em uma estrada de terra. De acordo com o advogado Ronivan Peixoto de Moraes, que estava com o médium na hora da prisão, a escolha do local foi para garantir a segurança dos envolvidos.

Ainda de acordo com o advogado, a prisão é preventiva, não tem prazo para terminar. A defesa afirmou, ainda, que vai entrar com um pedido de habeas corpus nesta segunda-feira. 

O médium deverá ficar, por enquanto, em uma cela individual. A negociação para que o João de Deus tivesse tratamento diferenciado foi feita pelos advogados de defesa do médium, que alegaram a idade do acusado e problemas de saúde, por ter passado por tratamento de um câncer no estômago recentemente.

João de Deus pode responder por mais de 330 denúncias de crimes sexuais. A defesa do médium nega as acusações. A prisão foi determinada na última sexta-feira (14) pelo Tribunal de Justiça de Goiás, que acatou pedido do Ministério Público do estado.

Devido a idade, várias denuncias contra o médium podem prescrever pois ele tem o benefício de redução pela metade do prazo para prescrição dos crimes.

As primeiras denúncias de abuso sexual contra João de Deus começaram a vir a público no último dia 7, divulgadas pela mídia. A partir daí, outras mulheres que afirmam ser vítimas do médium começaram a procurar as autoridades e a imprensa.

Vida pessoal

O médium João Teixeira de Faria é casado e tem dez filhos – a mais nova é uma menina de 3 anos.

A filha mais velha, revelou em entrevista ao Fantástico da TV Globo que também está processando o pai que a teria estuprado por várias vezes, quando menor e depois de adulta. Os irmãos a acusam de interesse financeiro. O processo corre em segredo de justiça.

Ele não cobra pelas consultas e operações espirituais realizadas na Casa Dom Inácio de Loyola, no município goiano de Abadiânia. No local, são vendidos livros, cristais bentos, garrafas com água “energizada” e remédios manipulados que prescreve pela farmácia chamada JTF (iniciais de seu nome).

João de Deus tem propriedades rurais, além de alguns imóveis em Abadiânia, e é sócio em um garimpo.


Ele era procurado pelas autoridades policiais desde sexta-feira (14), quando foi decretada sua prisão preventiva.

Com informações da EBC e Radioagência Nacional

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases