Proprietário de drogaria é preso em Pádua após vender comprimido abortivo para moradora de Cataguases

Um comerciante de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, foi preso em flagrante, depois de vender, para uma moradora de Cataguases, um medicamento utilizado ilegalmente para a indução do aborto. De acordo com informações, a prisão aconteceu na quinta-feira (21). Policiais Militares do 36º BPM já haviam sido alertados através de denúncia anônima e interceptaram o veículo GM Celta de aplicativo, no bairro Cidade Nova, onde viajava uma mulher, moradora de Cataguases, que levava consigo quatro comprimidos do medicamento abortivo. Ela alegou ter acabado de adquirir em uma drogaria que fica naquele mesmo bairro e que teria pago através de transferência bancária, realizada pelo companheiro, que determinou a interrupção da gestação. O comerciante foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. Com informações e foto da Folha de Italva  

Oitenta casais se unem em matrimônio no 2º Casamento Comunitário e 1º Igualitário de Cataguases








Aconteceu na noite desta quinta-feira (23), no Ginásio Poliesportivo Municipal Max Baer Lopes, no bairro Bela Vista, o 2° Casamento Comunitário e 1° Igualitário de Cataguases. Ao todo, receberam as bênçãos nupciais 80 casais, entre eles, dois casais homossexuais pela primeira vez em Cataguases.

O evento foi organizado pela Defensoria Pública com apoio da Prefeitura Municipal de Cataguases através da secretaria de Desenvolvimento Social e contou com a participação de diversas autoridades, entre elas, o prefeito de Cataguases, Willian Lobo; a secretária de Desenvolvimento Social, Mirilane Licazali Caetano; o Defensor público geral, Gério Patrocínio Soares; a coordenadora Regional Mata II Eliana Spindola e seu esposo, o advogado Serafim Spíndola, representando a OAB; os defensores de Cataguases, Bruno Jardim, Davi Campos e Wilson Hallack. O Defensor público geral recebeu das mãos do vereador Vinícius Machado uma moção de congratulação oferecida pela Câmara Municipal.

O vereador Vinícius Machado  (à direita) entregou Moção de Congratulação para o Defensor público geral, Gério Patrocínio Soares (à esquerda) oferecida pela Câmara Municipal
Toda estrutura foi obtida através de doação. A prefeitura de Cataguases ofereceu o local, mão de obra, bolo e decoração com buquês que foram confeccionados por crianças da Associação Fraterna de Assistência Aos Necessitados (AFAN). Outras coisas foram doadas por empresários da cidade.

Três representantes religiosos ministraram as bênçãos aos noivos: Pastor José Mauro (representante Evangélico), Ministro da Palavra Sérgio Narciso (representante católico) e Roosevelt Pires (representando a religião Espírita). O casamento foi oficializado pelo Juiz de Paz, João Abrita.

A cantora gospel Mara Vieira executou um hino em homenagem aos noivos. Ela e seu esposo, Carlinhos Francelino representaram os empresários que contribuíram para a festa.

A cantora gospel Mara Vieira cantou uma música em homenagem aos noivos.
A cantora Eliane Carvalho da escola Canto Cultural e os músicos violonistas Yasmin Teixeira e Luiz Cláudio Carmo, abrilhantaram o evento com belas canções durante toda cerimônia.

O trio de músicos (da esquerda para direita) Luiz Cláudio Carmo, Yasmin Teixeira e Eliane Carvalho executaram várias canções no evento.

Ao final da cerimônia o pastor evangélico José Mauro da Silva Filho, disse para reportagem do Site Mídia Mineira que se sentiu honrado em participar de festa tão extraordinária e brilhante. "Sem sombra de dúvida, ficará marcada não somente na história da nossa cidade, mas principalmente na vida de cada um que foi participante, coparticipante ou colaborador indireto ou diretamente desta festa maravilhosa, que este possa ser o segundo de muitos eventos que vão ser realizados para louvor e glória do Senhor Jesus". Em relação as bênçãos da igreja evangélica a casais homoafetivos, o pastor disse que prefere pedir a Jesus Cristo que possa abrir o entendimento das pessoas e que todos possam viver a luz da palavra de Deus. "A palavra de Deus é a bússola que nos conduz e nos leva a morar na eternidade e em um céu de glória que Jesus tem preparado para todos nós", disse.

Dra. Eliana Spindola (coordenadora Regional Mata II ) falou sobre a importância da família para uma sociedade forte.
A coordenadora Regional Mata II da Defensoria Pública de Minas Gerais, Eliana Maria de Oliveira Spindola, disse que a Defensoria Pública vem realizando esse trabalho de formalizar a união dos casais com muito amor e carinho porque a família é o bem maior da sociedade. "A Defensoria Pública entende que se a gente cuidar bem da família a gente com certeza vai contribuir para uma sociedade melhor", disse, destacando que embora muitos casais já tenham uma vida juntos, torna-se importante realizar o rito religioso e cível para melhor inclusão como família.

Confira abaixo 100 fotos do evento:


























Comentários

Postar um comentário

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases