Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

PCMG indicia homem suspeito de cometer estupro de vulnerável em Juiz de Fora

O inquérito policial foi relatado e enviado à Justiça, nesta semana. A Polícia Civil também investiga crime praticado pelo investigado em desfavor de outro adolescente, de 13 anos. A apuração prossegue.  A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou, nesta semana, um homem de 49 anos, suspeito de ter praticado estupro de vulnerável, no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. Na última sexta-feira (14/1), ele foi encaminhado à delegacia pela Polícia Militar, acionada pelo pai da vítima, um menino de 12 anos, morador da Zona Norte da cidade.  Na época, durante depoimento, o suspeito, que é vizinho da vítima, confirmou ter chamado o garoto para ir até a sua residência, para, supostamente, realizar o conserto de uma bicicleta, quando foi flagrado pelo pai do menino, em um cômodo dos fundos do imóvel, junto com a vítima. Na ocasião, o flagrante foi ratificado pela PCMG e o homem foi conduzido ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça. Conforme informações do t

Câmara de Cataguases aprova reajuste para servidores do Legislativo e adia votação de PL do Executivo

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Cataguases que aconteceu na terça-feira (5), sobrestou o Projeto de Lei do Executivo, nº 29/2018 que referenda convênio a ser assinado pelo Município de Cataguases com o IEPTB - Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil. O convênio possibilita a troca de arquivos eletrônicos e utilização da Central de remessa de arquivos para a cobrança dos inadimplentes junto a Prefeitura. 

O solicitante, vereador Betão do Remo (PSB), pretendia o sobrestamento por quatro sessões por não ficar claro o impacto financeiro gerado pelo convênio mas após o vereador Rogério Ladeira (PHS) sugerir apenas uma sessão dividindo o plenário, chegou-se ao consenso de suspender a votação do projeto por duas sessões por sugestão do Sargento Jorge Roberto (PHS). O vereador Hercyl Neto (PROS), ressaltou que o projeto é importante para que o Executivo consiga cobrar das pessoas que devem impostos ao Município de Cataguases. O Vereador e secretário da Casa, Vinícius Machado (DEM), contestou a votação do sobrestamento após o projeto já ter sido colocado em votação, mas o presidente Michelangelo Correa (PSDB) resolveu acatar o pedido de sobrestamento.

Já os Projetos de Lei que corrige os salários dos servidores da Câmara Municipal em 3% e o que aumenta o benefício auxílio alimentação para R$ 440 foram aprovados sem problemas ou discussões pelos vereadores. Apenas o vereador Henrique Thurran (PRTB) foi contrário por entender que o ticket alimentação dos servidores da câmara deveria ser igual ao da prefeitura e não R$ 70 maior, uma vez que os servidores são municipais e são representados pelo mesmo sindicato, explicou o vereador a reportagem do site Mídia Mineira.

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui