Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Morador de Leopoldina tem perna amputada e filho pede ajuda para compra de prótese

Familiares de Sílvio Bastos, 62, que mora em Leopoldina, lançaram campanha de arrecadação de fundos para comprar uma prótese para a perna direita Familiares do Sr. Sílvio Bastos, de 62 anos, residente em Leopoldina, iniciaram uma campanha de arrecadação de recursos para a compra de uma prótese para sua perna direita, amputada no início de 2020 devido a complicações relacionadas à diabetes. O filho do paciente, Jeferson, entrou em contato relatando a situação em busca de ajuda dos leitores e leitoras que acessam o jornal e informando sobre a “vaquinha”, aberta para tentar comprar a prótese. De acordo com o orçamento, datado de 7 de abril deste ano, a prótese para amputação transtibial, pé sach, encaixe em resina acrílica, reforço em carbono, sistema por pino de fixação com liner em silicone, tem o valor orçado em R$ 9.500,00. “Olá! Venho por meio deste avisar que estamos fazendo uma corrente do bem pra tentar comprar a prótese de meu pai”, escreveu Jeferson. “Meu pai veio sofrendo de di

Dia das Mães: consumidor pretende gastar mais neste ano

Pesquisa da FGV mostra que houve aumento na intenção de gastos em todas as faixas de renda

Arquivo/Agência Brasil
Com a melhoria da situação financeira das famílias, os brasileiros pretendem gastar, em média, R$ 108 com o presente dos Dia das Mães. O valor, divulgado nesta sexta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), é 11% maior que o do ano passado, que ficou em R$ 98.  

O levantamento se baseia na Sondagem do Consumidor, que ouviu 1.612 pessoas entre os dias 2 e 19 de abril, em todo o País. “Houve aumento do valor médio para todas as faixas de renda e também da intenção de compra para todas as faixas de renda”, explica a a coordenadora da Sondagem do Consumidor do Ibre, Viviane Seda. 

De acordo com a pesquisa, houve aumento na intenção de gastos em todas as faixas de renda. O maior foi observado para a faixa de renda familiar mensal entre R$ 4,8 mil e R$ 9,6 mil (14 pontos). 


Na faixa de renda mais baixa, até R$ 2,1 mil por mês, o aumento foi menor (6,9 pontos). No entanto, essa categoria apresentou a maior evolução no valor médio do presente (25%), que atinge R$ 63 neste ano, contra o valor médio de R$ 51 em 2017. Já para os consumidores com maior poder aquisitivo (renda familiar superior a R$ 9,6 mil), o preço médio do presente é de R$ 180, contra R$ 164 em 2017. 

Fonte: Agência Brasil 

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui