Cataguases permanece na "Onda Amarela" com maior flexibilização para os restaurantes

O Município de Cataguases vai permanecer na "Onda Amarela" do programa Minas Consciente. A decisão foi ratificada em novo Decreto nº  5.348 - C / 2021, do prefeito José Henriques após deliberação do Comitê Gestor de Crise da Covid-19. A principal mudança do decreto publicado nesta quinta-feira (21), é com relação aos restaurantes. Agora, eles podem funcionar até às 22 horas respeitando os seguintes protocolos: Capacidade  máxima de 40% (quarenta por cento) de mesas;  Distância entre as mesas de 02 (dois) metros; Cada mesa poderá comportar apenas 4 (quatro) clientes por vez; Fica  vetado  o  consumo  no  balcão  do  estabelecimento,  nas calçadas e nas ruas ao entorno do mesmo; Deverá ser disponibilizado álcool em  gel  na entrada e dentro do estabelecimento, além de apenas permitir a entrada de clientes com máscara; O  atendimento  deve  ser  feito  apenas  para  clientes  sentados,  no qual os mesmos já tenham passado pela higienização e conscientização; Temperos e condiment

Centenas de pessoas fazem caminhada em Cataguases e Leopoldina em apoio a greve e contra a política do presidente Temer

Durante a caminhada manifestantes cantaram o Hino Nacional e gritaram palavras de ordem entre elas, "Fora Temer"

Cerca de 500 a 700 pessoas participaram da manifestação em Cataguases.
Foto: Rose Amaral / Facebook
Manifestantes realizaram caminhadas em Cataguases e Leopoldina na noite desta segunda-feira (28) em apoio a Greve dos Caminhoneiros, contra os aumentos de impostos e a corrupção. Durante a caminhada vários manifestantes gritavam palavras de ordem e contra o presidente Temer 

Em Cataguases cerca de 500 pessoas, segundo a polícia e 700 segundo os organizadores, se concentraram em frente ao Posto de Saúde do bairro Popular e caminharam até o local de bloqueio no bairro São Diniz.

Conforme explicou para nossa reportagem a jornalista Rose Amaral, o movimento nada tem haver com partidarismo ou presença política. "Saímos na rua para pedir um Brasil melhor para todos nós e mostrar a nossa insatisfação para com esse governo federal", disse. 

Segundo ela, meia dúzia de pessoas quis levar ideologia polícia e os manifestantes não deixaram.

Amanhã, quarta feira (30), uma nova manifestação está prevista para ocorrer à partir das 17 horas na Praça Chácara Dona Catarina. Os manifestantes pretendem fazer uma caminhada na região central da cidade.


Em Leopoldina, os manifestantes se concentraram na Praça Félix Martins e caminharam em direção à BR-116, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal, onde os caminhoneiros estão parados. Durante o percurso, os manifestantes cantaram o Hino Nacional, exibiram cartazes, faixas e bandeiras, e gritaram palavras de ordem, dentre elas o "Fora Temer". No ponto de concentração dos caminhoneiros, mais de uma centena de pessoas, entre grevistas, populares e simpatizantes do movimento, aguardavam a chegada da caminhada, que ocorreu pouco antes das 20h00.


Em Leopoldina centenas de pessoas caminharam até a BR-116.
Foto: O Vigilante Online




Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases