Pular para o conteúdo principal
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Morador de Leopoldina tem perna amputada e filho pede ajuda para compra de prótese

Familiares de Sílvio Bastos, 62, que mora em Leopoldina, lançaram campanha de arrecadação de fundos para comprar uma prótese para a perna direita Familiares do Sr. Sílvio Bastos, de 62 anos, residente em Leopoldina, iniciaram uma campanha de arrecadação de recursos para a compra de uma prótese para sua perna direita, amputada no início de 2020 devido a complicações relacionadas à diabetes. O filho do paciente, Jeferson, entrou em contato relatando a situação em busca de ajuda dos leitores e leitoras que acessam o jornal e informando sobre a “vaquinha”, aberta para tentar comprar a prótese. De acordo com o orçamento, datado de 7 de abril deste ano, a prótese para amputação transtibial, pé sach, encaixe em resina acrílica, reforço em carbono, sistema por pino de fixação com liner em silicone, tem o valor orçado em R$ 9.500,00. “Olá! Venho por meio deste avisar que estamos fazendo uma corrente do bem pra tentar comprar a prótese de meu pai”, escreveu Jeferson. “Meu pai veio sofrendo de di

Centenas de pessoas fazem caminhada em Cataguases e Leopoldina em apoio a greve e contra a política do presidente Temer

Durante a caminhada manifestantes cantaram o Hino Nacional e gritaram palavras de ordem entre elas, "Fora Temer"

Cerca de 500 a 700 pessoas participaram da manifestação em Cataguases.
Foto: Rose Amaral / Facebook
Manifestantes realizaram caminhadas em Cataguases e Leopoldina na noite desta segunda-feira (28) em apoio a Greve dos Caminhoneiros, contra os aumentos de impostos e a corrupção. Durante a caminhada vários manifestantes gritavam palavras de ordem e contra o presidente Temer 

Em Cataguases cerca de 500 pessoas, segundo a polícia e 700 segundo os organizadores, se concentraram em frente ao Posto de Saúde do bairro Popular e caminharam até o local de bloqueio no bairro São Diniz.

Conforme explicou para nossa reportagem a jornalista Rose Amaral, o movimento nada tem haver com partidarismo ou presença política. "Saímos na rua para pedir um Brasil melhor para todos nós e mostrar a nossa insatisfação para com esse governo federal", disse. 

Segundo ela, meia dúzia de pessoas quis levar ideologia polícia e os manifestantes não deixaram.

Amanhã, quarta feira (30), uma nova manifestação está prevista para ocorrer à partir das 17 horas na Praça Chácara Dona Catarina. Os manifestantes pretendem fazer uma caminhada na região central da cidade.


Em Leopoldina, os manifestantes se concentraram na Praça Félix Martins e caminharam em direção à BR-116, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal, onde os caminhoneiros estão parados. Durante o percurso, os manifestantes cantaram o Hino Nacional, exibiram cartazes, faixas e bandeiras, e gritaram palavras de ordem, dentre elas o "Fora Temer". No ponto de concentração dos caminhoneiros, mais de uma centena de pessoas, entre grevistas, populares e simpatizantes do movimento, aguardavam a chegada da caminhada, que ocorreu pouco antes das 20h00.


Em Leopoldina centenas de pessoas caminharam até a BR-116.
Foto: O Vigilante Online




Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui