Polícia Civil prende suspeito de cometer homicídio em Ubá

Na terça-feira (23/2), a Polícia Civil de Minas Gerais realizou o cumprimento de um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem, de 32 anos, suspeito de praticar homicídio consumado, no município de Ubá, na Zona da Mata mineira, em maio do último ano. Após trabalhos investigativos, a ação foi deflagrada por policiais civis da Delegacia de Homicídios, com apoio da Delegacia Antidrogas da 2ª Delegacia Regional em Ubá. Na ocasião, a vítima, do sexo masculino, foi encontrada morta no interior da casa dela, no dia 23 de maio de 2020. Conforme informações do delegado Bruno Salles Mattos, o laudo pericial concluiu que o homem já se encontrava morto há, aproximadamente, 48 horas, a partir do encontro de seu corpo. Após incessante investigação, apurações indicaram que o crime teria ocorrido em razão do investigado ter pretensão de assumir o bar da vítima e de ficar com os pertences do local. “Uma suposta história de uma sociedade com a vítima foi apresentada. Entretanto, ninguém - ao l

Caminhoneiros mantêm mobilização no trevo de acesso à Laranjal

Os caminhoneiros autônomos mantêm a mobilização na BR-116 no trevo de acesso ao município de Laranjal neste domingo (27). 

O fluxo de veículos está liberado, porém a paralisação dos caminhoneiros segue pacificamente pelo sétimo dia consecutivo. A categoria reivindica a redução no valor dos combustíveis. 

Durante a presença da Reportagem do nosso parceiro, Jornal O Vigilante Online, um caminhão e uma carreta que seguiam pela rodovia sentido Muriaé carregados de remédios passaram normalmente pela manifestação. Um dos manifestantes, Anderson Carioca, ressaltou que cargas como medicamentos e materiais hospitalares não sofrem qualquer tipo de impedimento.  

Anderson Carioca (foto) ressaltou que a população tem abraçado a causa. "Tenho ficado aqui o dia inteiro pra ajudar os companheiros. Laranjal gira em torno do caminhão e aqui o apoio tem aparecido, já colocaram internet pra gente, TV à cabo, alimentação, cada um tem doado um pouco, mantimentos têm vindo através de doações. Na madrugada a gente têm revezado pois nela precisamos ter mais suporte", declarou. 

José Fortini (foto), proprietário de carreta residente naquele município, afirmou: "Uma cidade que vive do caminhão como Laranjal, que é uma das pequenas cidades do estado que mais tem caminhão de carga, entre carreta, caminhão 3/4, é necessário que a gente conscientize que ninguém tá parado por acaso, não tem condição de aguentarmos esses aumentos. O caminhoneiro pega uma carga em São Paulo e quando chega em Teófilo Otoni ele já não tem dinheiro", ressaltou. "Se continuar, e ele insistir, ele vai perder seu veículo. Se não parasse agora ele iria parar depois por não aguentar mais e não conseguir colocar pneu no seu veículo e por aí vai. Ninguém quer ficar parado não, a gente quer trabalhar, mas precisamos de condição", esclareceu.
Fonte: Jornal O Vigilante Online

Fotos: Jornal O Vigilante Online


Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases