Covid-19: plano nacional de vacinação terá quatro fases

Proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Agência Brasil O plano nacional de vacinação contra a covid-19 terá quatro fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos a partir do risco da evolução para quadros graves diante da infecção, da exposição ao vírus e de aspectos epidemiológicos da manifestação da pandemia no país. A proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira (1º) com a participação do Ministério da Saúde e outras instituições, como a Fundação Oswaldo Cruz, o Instituto Butantan, o Instituto Tecnológico do Paraná e conselhos nacionais de secretários estaduais (Conass) e municipais (Conasems) de saúde. A primeira fase terá como prioridade trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais e idosos em instituições de longa permanência (como asilos), bem como povos indígenas. Na segunda fase a imunização será focada nos idosos de 60 a 74 anos. Pacientes a partir de 6

Menores são apreendidos após furtarem fábrica de biscoito e escola em Cataguases

Dois adolescentes, com idades de 15 e 17 anos, foram apreendidos na noite deste domingo (4) depois de arrombarem e furtarem uma fábrica de biscoitos e uma escola municipal de Cataguases. Os menores, segundo a Polícia Militar, teriam invadido o local, no Bairro Santa Clara, e um deles foi detido por um funcionário de uma empresa de vigilância patrimonial, após o acionamento do alarme da fábrica.

Ainda segundo a PM, os adolescentes levaram da fábrica várias embalagens de biscoito e em seguida invadiram a Escola Municipal Lysis Brandão da Rocha (CAIC), onde furtaram iogurte e frutas. Ao ser acionada, a PM localizou o funcionário da empresa de vigilância com um menor de 15 anos imobilizado. De acordo com as informações outros três adolescentes fugiram e durante varredura próximo ao local, outro menor foi apreendido. Em uma mochila que estava com um dos infratores a Polícia Militar apreendeu uma bucha de maconha e uma ferramenta possivelmente utilizada para invadir os locais furtados. 


Os dois adolescentes foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil em Leopoldina, onde foram ouvidos e liberados. Parte dos materiais furtados foram recuperados e devolvidos para a escola por se tratar de alimentos perecíveis.

Fonte: O Vigilante Online

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases