Covid-19: plano nacional de vacinação terá quatro fases

Proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Agência Brasil O plano nacional de vacinação contra a covid-19 terá quatro fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos a partir do risco da evolução para quadros graves diante da infecção, da exposição ao vírus e de aspectos epidemiológicos da manifestação da pandemia no país. A proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira (1º) com a participação do Ministério da Saúde e outras instituições, como a Fundação Oswaldo Cruz, o Instituto Butantan, o Instituto Tecnológico do Paraná e conselhos nacionais de secretários estaduais (Conass) e municipais (Conasems) de saúde. A primeira fase terá como prioridade trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais e idosos em instituições de longa permanência (como asilos), bem como povos indígenas. Na segunda fase a imunização será focada nos idosos de 60 a 74 anos. Pacientes a partir de 6

Alunos da rede municipal e estadual de Cataguases são convidados a refletir o que querem para o mundo em exposição audiovisual

O que queremos para o mundo? é o que um grupo de crianças de 10 e 11 anos da rede municipal e estadual de Cataguases, interior de Minas Gerais, vão ser convidadas a refletir entre os dias 20 de Novembro e 6 de Dezembro no PINA – Ponto de Integração das Artes durante a exposição audiovisual “Estúdio Casa da Árvore”, promovida pela Cocriativa Conteúdos Audiovisuais e patrocinada pela Energisa através da Lei Rouanet. O projeto conta com o apoio do Polo Audiovisual da Zona da Mata, do Instituto Fábrica do Futuro e da Prefeitura de Cataguases. 
Estúdio Casa da Árvore /  Igor Amin

Para esta reflexão as crianças vão partir do Jogo dos Mundos, um jogo cooperativo, audiovisual, em que os jogadores são desafiados a agirem diante de cenários socioambientais e tecnológicos. Para vencerem, as crianças precisam criar e produzir um filme imaginário e gravar um manifesto contando o que querem para o mundo. A exposição acontece em um espaço cenográfico que reconstrói a casa da árvore presente no longa metragem “O que queremos para o mundo?”(Igor Amin, 2016, livre).

Os mediadores da exposição são alunosF do curso de Pedagogia das Faculdades Integradas de Cataguases e do Colégio Cataguases que participaram de uma formação no mês de setembro. 

O projeto O que queremos para o Mundo? vem sendo realizado em diferentes estados do Brasil e também já incursionou por países do continente africano e europeu. Trata-se de oficinas de formação continuada com o objetivo de formar multiplicadores para transmitir às crianças o conteúdo recebido através do Kit de Cocriação, que contém o filme, jogo de cartas cooperativo com ferramentas materiais ou que poderão ser usadas via aplicativo de celular do OQPM?, além do caderno do multiplicador com sugestões de mini-oficinas e dinâmicas para serem feitas em sala de aula. Tais tecnologias audiovisuais para o ensino-aprendizagem têm o propósito de facilitar processos de interação entre alunos e professores e estimular as crianças a pensarem, interagirem e construírem representações sobre o mundo tecnológico, o mundo da natureza, o mundo interior, o mundo do aqui e agora, o mundo dos sonhos e o mundo do outro.  O projeto conta ainda com exibições educativas, em que após a sessão são realizadas dinâmicas e mini-oficinas com os temas do filme.

Estúdio Casa da Árvore / Luiza Therezo
Além da formação continuada, das sessões educativas e da exposição, o projeto possui também uma chamada criativa na plataforma It’sNoon. Lá todos são convidados a compartilhar o que querem para o mundo através do envio de vídeo de um a três minutos. O objetivo principal é gerar múltiplas percepções e olhares sobre o mundo que queremos construir.

Serviço

O quê? Exposição “Estúdio Casa da Árvore”

Quando? 20 de Novembro e 6 de Dezembro

Onde? PINA – Ponto de Integração das Artes (Rua Raul Cisneiros Guedes, 193 - Guanabara, Cataguases, Minas Gerais) 


***As visitas à exposição foram agendadas previamente com as escolas estaduais e municipais.


Assessoria de Comunicação / Renata Rocha 

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases