Pular para o conteúdo principal
Unipac
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Câmara de Dona Euzébia rejeita parecer do TCEMG e aprova contas de 2014 do ex-prefeito Mazinho

Decisão aconteceu após o ex-prefeito apresentar defesa em plenário. Nesta quinta-feira (2), os vereadores de Dona Euzébia rejeitaram o parecer do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) e aprovaram as contas do ex-prefeito da cidade, Itamar Ribeiro Toledo, o Mazinho, referente ao exercício de 2014. No dia 12 de agosto, os vereadores realizaram uma votação para analisar o parecer do TCE, mas a mesma foi anulada pelo próprio TCE, devido a falta de quórum e a ausência de defesa do ex-prefeito. Na ocasião, a Comissão de Finanças havia acompanhado o parecer do TCE, mas após o comparecimento de Mazinho, dentro do prazo regimental, os vereadores aceitaram os argumentos, fazendo com que a maioria dos membros da comissão mudassem o voto, deixando os demais edis à vontade para rejeitar o parecer por 6 votos a 3. Não é a primeira vez que a Câmara de Dona Euzébia rejeita um parecer do TCEMG.  O fato já ocorreu em outras duas oportunidades, quando os vereadores rejeitaram o parecer do

Ouvidoria volta a funcionar em Cataguases

Cargo estava vago desde janeiro deste ano

Advogada Ana Geórgia Maia é a nova ouvidora municipal.
Foto: Jornal Cataguases.

Na última semana a Prefeitura divulgou seus novos canais de atendimento ao cidadão para denúncias ou solicitações junto à Ouvidoria Municipal. Os contatos são feitos de forma digital, por meio do número de WhatsApp (32) 3429-2500, do
site oficial do município www.cataguases.mg.gov.br e do e-mail ouvidoria@cataguases.mg.gov.br. O atendimento pode ser feito de forma anônima, a pedido do solicitante, e o contato é mantido sob sigilo. A ouvidoria funciona em dias úteis, entre 8 e 12 horas.

A nova ouvidora é a advogada Ana Geórgia Maia, graduada em direito pela Universidade Católica de Pernambuco, pós--graduada em direito empresarial pela Universidade Regional do Cariri e com curso de Extensão em Gestão Escolar pela Universidade Estadual do Ceará.

Entre suas experiências estão sua passagem como coordenadora técnica na Procudadoria da Prefeitura de Cataguases, procuradora jurídica administrativa na Prefeitura do Crato, procuradora geral da Prefeitura de Barbalha, ambas no Ceará, advogada em escritório particular e gerente corporativa do Grupo Bauminas.

Ana Geórgia disse que vai desenvolver seu trabalho de modo que os princípios da administração pública estejam sempre resguardados. “Eu espero que o trabalho desenvolvido possa estreitar a relação entre a Prefeitura e o cidadão, que é cliente dos serviços públicos oferecidos pela instituição. A ouvidoria está à disposição de todos que precisarem de algum serviço e desejarem fazer reclamação ou denúncia para apuração interna”, disse.

Fonte: Jornal Cataguases

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui