Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Comitê Covid autoriza progressão de Cataguases para Onda Amarela, mas decisão final será do prefeito


Em reunião realizada nesta quinta-feira (14), o Comitê Gestor de Crise da Covid-19, deliberou para que o Município avance para a Onda Amarela do Programa Minas Consciente, com restrições. Em conversa com o secretário municipal de Saúde, Ricardo Mattos, por telefone, o Site Mídia Mineira apurou que a decisão final será do prefeito, José Henriques. Caso aconteça a progressão, o novo decreto deverá sair na segunda-feira (18).

A recomendação para progressão de onda vem, primeiramente, do Comitê Estadual com base em dados analisados por macrorregião e microrregião de saúde através dos seguintes indicadores:
  • Taxa de Incidência Covid-19;
  • Taxa de Ocupação de leitos UTI Adulto;
  • Taxa de Ocupação por Covid-19;
  • Leitos por 100 mil habitantes;
  • Positividade atual RT-PCR;
  • % de aumento da incidência;
  • % de aumento da positividade dos exames PCR.
Conforme a Ata da reunião, que o Site Mídia Mineira teve acesso, os dois representantes do Hospital de Cataguases, Raquel e Eliermes Teixeira, se posicionaram contrários a progressão de onda. Raquel argumentou que a desocupação de alguns leitos de UTI, não foram devido às altas, mas sim de óbitos. Eliermes, referendou a fala de Raquel, e disse que nos últimos dias a taxa de ocupação chegou a ser de 100% nas duas UTI’s. Ele frisou que a migração de onda pode gerar na população uma sensação de melhoria e relaxamento de atitudes. Ressaltou que os hospitais da região estão operando somente com uma ou duas vagas disponíveis. Todos os membros solicitaram maior fiscalização.

Por fim, o comitê deliberou o seguinte:
  • migração para Onda Amarela;
  • lanchonete e bar fechados; 
  • restaurantes com funcionamento das 11h às 15h, após esse horário com delivery sem limite de horário; 
  • salões de beleza e barbearia abertos; 
  • comércio com 1 cliente a cada 10 metros quadrados e/ou 1 cliente para cada atendente; 
  • igrejas fechadas; 
  • revisão do texto sobre a suspensão da gratuidade de transporte para idoso de 60 a 64 anos; 
  • sugestão para que o Executivo implante um aplicativo de denúncias, com previsão legal de aplicabilidade de multa com base em fotos e vídeos destas denúncias formalizadas e registradas; 
  • que seja marcada reunião extraordinária do comitê com a coordenadora municipal do ENEM no prazo de 24 horas.
A decisão ainda precisa ser ratificada pelo prefeito José Henriques através de decreto. A próxima reunião do comitê foi marcada para quinta-feira (21).

 

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui