Após denúncia MP irá apurar descumprimento de protocolo na vacinação contra a Covid-19 em Cataguases

Vereador Rafael Moreira solicitou nome das pessoas que foram vacinadas, mas não foi atendido A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Cataguases, por meio da Promotora de Justiça Amanda Merlini Dutra Osipe, instaurou procedimento para apurar eventual descumprimento dos Planos Nacional e Estadual de Vacinação contra a Covid-19, pelo Município de Cataguases nesta sexta-feira (22). Conforme Nota Pública daquela procuradoria, enviada para a redação do Site Mídia Mineira, o objetivo de tal procedimento será apurar se pessoas que não se enquadram no grupo prioritário eleito pelas autoridades  sanitárias foram beneficiadas com a imunização. Confira a nota na íntegra no final da matéria. A administração terá 24 horas para enviar os seguintes documentos: Encaminhar a relação de pessoas que já foram ou serão imunizadas, indicando o nome completo e qual o grupo prioritário pertence; Informar quantas doses foram destinadas a cada grupo prioritário; Explicar se foi possível vacinar todos os idosos

Autores de homicídio e ocultação de cadáver são presos em Ubá

Autor, após desferir golpe na vítima, dirigiu o carro da mesma até um local ermo, onde colocou fogo no veículo com a vítima dentro para simular acidente.




A Polícia Civil de Minas Gerais, nesta quinta feira (10), deflagrou operação policial nas cidades de Juiz de Fora e Ubá, visando o cumprimento de mandados de prisão preventiva e busca e apreensão,  expedidos pelo Juiz  da Vara Criminal de Ubá, em desfavor de dois homens, de 51 e 23 anos, suspeitos de terem praticado homicídio qualificado em desfavor de um homem de 58 anos, fato ocorrido no dia 07 de julho, em Ubá.

Segundo as investigações, o autor de 23 anos, conduziu a vítima até uma região mais isolada do Bairro San Rafael II, sendo que ao chegar no local do fato, a vítima foi surpreendida pela ação do outro autor, o homem de 51 anos. Este, com uma barra de ferro, desferiu um golpe na região craniana da vítima.

Segundo a equipe de Inteligência da 2º Delegacia Regional de Ubá e da equipe da Delegacia de Homicídios, responsáveis pela ação,  apuraram que, logo após à prática do homicídio, o autor de 51 anos, dirigiu o veículo da vítima, com o cadáver dentro, deslocando-se até o bairro Chiquito Gazola, oportunidade que ateou fogo no referido veículo e simulou um acidente automobilístico, visando a ocultação do cadáver e eliminação de provas que pudessem ajudar na elucidação da autoria do fato. Contudo, o veículo não veio descer à ribanceira, pois ficou preso no meio fio da calçada.

As apurações concluíram que a motivação do homicídio qualificado, seguido de ocultação de cadáver, se deu por motivação passional. A  prisão dos suspeitos ocorreu na cidade de Juiz de Fora, com o apoio da Delegacia Regional. Os autores foram devidamente conduzidos para cidade de Ubá, para o cumprimento dos procedimentos de praxe.


Fonte: PCMG 

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases