Notícia

Juiz defere candidatura do prefeito Willian Lobo e coloca fim a boatos de inelegibilidade

O Juiz da 79ª Zona Eleitoral, Felipe Teixeira Cancela Júnior, deferiu o pedido de candidatura do prefeito Willian Lobo de Almeida para o pleito deste ano.
Na sentença o juiz ressalta que foram preenchidas todas as condições legais para o registro pleiteado e não houve impugnação por parte de outros partidos. Outro ponto destacado pelo meritíssimo foi que o Ministério Público também se posicionou favorável ao deferimento. "As condições de elegibilidade foram preenchidas, não havendo informação de causa de inelegibilidade", escreveu.
A decisão coloca fim em uma série de boatos que vinham sendo espalhados em rede social de que o prefeito estaria inelegível. Como não houve impugnação não cabe recurso da decisão.
Cataguases possui 8 candidatos a prefeito, mas no site do TSE consta, até o momento, apenas o deferimento da candidatura de Carlos Magno, o Maguinho, primeiro a realizar a convenção. A expectativa é que todos os deferimentos sejam atualizados no site até a próxima semana.
Ve…
Drogaria Santa Rita
Banner cadastramento cartão SUS
   

PCMG esclarece golpe de clonagem de cartão e recupera produtos em Juiz de Fora

Um jovem de 19 anos foi indiciado, suspeito de praticar o crime de estelionato. Produtos avaliados em cerca de R$ 6mil foram recuperados


A Polícia Civil de Minas Gerais esclareceu um golpe que estava sendo aplicado no município de Juiz de Fora por meio de clonagem de cartões. O inquérito foi concluído na terça-feira (21) e um jovem de 19 anos foi indiciado pelo crime de estelionato. Produtos avaliados em cerca de R$6 mil também foram recuperados.

De acordo com informações do Delegado Carlos Eduardo Santos Rodrigues, as apurações se iniciaram na segunda-feira (20), quando a Polícia Civil foi procurada por uma vítima que relatou que teria realizado vendas de produtos avaliados em cerca de R$6 mil, por meio eletrônico, e tal transação teria sido contestada pela operadora de cartão de crédito. No entanto, a vítima informou que um indivíduo já havia realizado a retirada dos bens no estabelecimento, localizado na Zona Sul da cidade. Ele teria utilizado uma identidade falsa com os dados do titular do cartão. 

Após diligências, a equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos (DERR) identificou o suspeito de ser o autor do delito e, na tarde de ontem (21), recuperou os bens comprados de maneira fraudulenta. “Apurações indicaram que o jovem estaria com dois cartões de crédito do mesmo titular, sem o conhecimento deste, e teria realizado compras na cidade utilizando os cartões e uma identidade falsa, apresentando-se como titular do cartão. Além disso, em uma das compras, o jovem chegou a pagar a quantia de R$50 para que um outro indivíduo fizesse a retirada das mercadorias para ele. O jovem realizaria a revenda de parte do material e outra parte seria para seu uso”, explicou o Delegado. 

A autoridade policial ressaltou que a atuação rápida dos policiais civis foi importante para o esclarecimento dos fatos. "Em menos de 24 horas, a equipe já havia arrecadado todos os elementos de informação que esclareceram a exata maneira como se deu o golpe e já estava com os bens comprados de maneira fraudulenta. Na casa do suspeito, os policiais apreenderam, ainda, diversas roupas de uma marca de alto poder aquisitivo, com etiquetas, materiais que teriam sido comprados também pelo mesmo meio”, informou.

O inquérito policial foi concluído e será enviado à Justiça.

Fonte: Polícia Civil de Minas Gerais

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases