Cataguases permanece na "Onda Amarela" com maior flexibilização para os restaurantes

O Município de Cataguases vai permanecer na "Onda Amarela" do programa Minas Consciente. A decisão foi ratificada em novo Decreto nº  5.348 - C / 2021, do prefeito José Henriques após deliberação do Comitê Gestor de Crise da Covid-19. A principal mudança do decreto publicado nesta quinta-feira (21), é com relação aos restaurantes. Agora, eles podem funcionar até às 22 horas respeitando os seguintes protocolos: Capacidade  máxima de 40% (quarenta por cento) de mesas;  Distância entre as mesas de 02 (dois) metros; Cada mesa poderá comportar apenas 4 (quatro) clientes por vez; Fica  vetado  o  consumo  no  balcão  do  estabelecimento,  nas calçadas e nas ruas ao entorno do mesmo; Deverá ser disponibilizado álcool em  gel  na entrada e dentro do estabelecimento, além de apenas permitir a entrada de clientes com máscara; O  atendimento  deve  ser  feito  apenas  para  clientes  sentados,  no qual os mesmos já tenham passado pela higienização e conscientização; Temperos e condiment

Prefeitura de Cataguases paga servidores nesta sexta, mas prefeito, vice, secretários e comissionados não efetivos ficam de fora


O Sindicato dos Servidores de Cataguases (Sinserpu) anunciou na noite desta quinta-feira (7), que a prefeitura de Cataguases irá efetuar o pagamento de todos servidores efetivos nesta sexta-feira (8). Prefeito, vice-prefeito, secretários e servidores comissionados que não são efetivos (contratados) irão receber em outra data. Conforme o Site Mídia Mineira apurou, a prefeitura sofre com os impactos da quarentena e consequente queda na arrecadação, mas mesmo assim, o pagamento da folha irá injetar mais de R$ 3 milhões na economia.
 
Segundo o presidente do Sinserpu, Carlos Silvério, com a Pandemia, é necessário que não haja atraso no pagamento. O pagamento deverá ser depositado após as 15 horas. 

O isolamento social e fechamento da maioria das empresas vem impactando o orçamento das prefeituras em todo o Brasil. A recente aprovação de auxílio emergencial para as prefeituras, segundo a Associação Mineira de Municípios (AMM), representa apenas um terço das perdas. O presidente da AMM, 1º vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, lembra que o Governo Federal não está dando dinheiro para os municípios. “Ele está cumprindo o dever federativo de auxiliar neste momento de crise. Não tem recurso extra. É apenas uma recomposição das perdas consequentes da paralisação das atividades econômicas. Teremos uma queda de R$ 74 bilhões de receitas e a recomposição federal aos municípios será de apenas R$ 23 bilhões”, explica. 

Em vários municípios brasileiros, a Câmara de vereadores chegou a reduzir os salários para ajudar o Executivo neste momento de crise. Em Cataguases ainda não existe projeto neste sentido. 

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases