Notícia

Polícia Civil prende suspeito de cometer roubos em Rio Pomba

Um jovem de 19 anos foi preso. Os crimes foram praticados nos meses de abril e de junho, em uma drogaria e em um posto de combustíveis Na quarta-feira (15), a Polícia Civil de Minas Gerais efetuou a prisão de um jovem de 19 anos, suspeito de cometer roubos no município de Rio pomba, nos meses de abril e de junho. Um crime teria sido praticado no dia 24 de abril, em uma drogaria, e o outro no dia 6 de junho, em um posto de combustíveis da cidade.
A ação foi deflagrada, após investigações - realizadas pela Delegacia de Rio Pomba - que apuraram a autoria dos fatos. O Delegado Arthur de Oliveira Simões, responsável pelo caso, representou pela prisão do investigado, pedido que foi deferido pela Justiça, resultando no cumprimento do mandado de prisão no município. 
Durante as diligências, o suspeito foi conduzido até a unidade policial e, posteriormente, encaminhado ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça.
Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil
Drogaria Santa Rita

Prefeitura de Cataguases paga servidores nesta sexta, mas prefeito, vice, secretários e comissionados não efetivos ficam de fora


O Sindicato dos Servidores de Cataguases (Sinserpu) anunciou na noite desta quinta-feira (7), que a prefeitura de Cataguases irá efetuar o pagamento de todos servidores efetivos nesta sexta-feira (8). Prefeito, vice-prefeito, secretários e servidores comissionados que não são efetivos (contratados) irão receber em outra data. Conforme o Site Mídia Mineira apurou, a prefeitura sofre com os impactos da quarentena e consequente queda na arrecadação, mas mesmo assim, o pagamento da folha irá injetar mais de R$ 3 milhões na economia.
 
Segundo o presidente do Sinserpu, Carlos Silvério, com a Pandemia, é necessário que não haja atraso no pagamento. O pagamento deverá ser depositado após as 15 horas. 

O isolamento social e fechamento da maioria das empresas vem impactando o orçamento das prefeituras em todo o Brasil. A recente aprovação de auxílio emergencial para as prefeituras, segundo a Associação Mineira de Municípios (AMM), representa apenas um terço das perdas. O presidente da AMM, 1º vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, lembra que o Governo Federal não está dando dinheiro para os municípios. “Ele está cumprindo o dever federativo de auxiliar neste momento de crise. Não tem recurso extra. É apenas uma recomposição das perdas consequentes da paralisação das atividades econômicas. Teremos uma queda de R$ 74 bilhões de receitas e a recomposição federal aos municípios será de apenas R$ 23 bilhões”, explica. 

Em vários municípios brasileiros, a Câmara de vereadores chegou a reduzir os salários para ajudar o Executivo neste momento de crise. Em Cataguases ainda não existe projeto neste sentido. 

Comentários

Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases