AGORA É LEI: Em Cataguases autistas terão direito a Carteira de Identificação para garantia de direitos

Lei do vereador Ricardo Dias foi sancionada pelo prefeito José Henriques no último domingo (9) O prefeito de Cataguases, José Henriques, sancionou a Lei nº 4751/2021, de autoria do vereador Ricardo Dias que Institui e Regulamenta a emissão da Carteira de Identificação da pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIA/TEA) no âmbito do Município de Cataguases. O documento será emitido pelos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS), vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social e o portador poderá usufruir dos direitos concedidos a pessoa com TEA no Município, como preferência e prioridade total em todos os órgãos, setores e repartições públicas e particulares que possuam filas e ordem de chegada para fins de atendimento, gratuidade em estacionamentos públicos e privados, entre outros. A Lei já está em vigor e os responsáveis devem se dirigir a Secretaria de Desenvolvimento Social, localizada no Centro Administrativo na Rua Gama Cerqueira, 70, na Vila Domingos Lopes ou a um

Energisa alerta para o consumo consciente neste período seco e quente

Temperatura mais altas causam maior esforço dos equipamentos eletrônicos

Está chegando a época das altas temperaturas. E a atenção deve ser reforçada neste período. Isso porque os equipamentos trabalham muito mais, gastando mais energia para se manter com o mesmo funcionamento que nos meses mais frios.

“Ou seja, mesmo que o hábito de consumo não mude, é possível que haja uma variação no valor da conta de luz. Por exemplo: o motor da geladeira e o ar-condicionado precisam funcionar com mais intensidade para manter a temperatura baixa por conta do calor do ambiente”, explica o gerente de Serviços Comerciais, Luciano Lima.

Nesses casos, manter portas e janelas fechadas em ambientes com ar-condicionado ou não deixar a geladeira aberta por longos períodos são ações simples, mas que podem representar uma boa economia na hora de pagar a conta de luz.

Outro fator que impacta no valor das faturas são as bandeiras tarifárias, criadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, que anunciou que a bandeira será amarela neste mês de outubro, com taxa extra de R$ 1,50 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos. Apesar da melhora nas condições climáticas nos últimos dias, ainda estamos em um período menos favorável para a geração de energia elétrica.

“Nas faturas de energia também existem impostos estaduais e federais que são calculados de acordo com o consumo. Diante deste cenário, a empresa recomenda que os clientes acompanhem de perto o seu histórico de consumo. Assim, é possível entender a variação de consumo no período”, explica Luciano.

E para ficar por dentro de dicas importantes sobre o uso consciente da energia elétrica, a Energisa preparou um vídeo para ajudar os clientes a economizar. Veja aqui e se liga nas orientações. Atitudes simples podem gerar economia de energia o ano todo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Energisa

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases