Notícia

Candidato acusa assessores do deputado Fernando Pacheco de comprar votos para campanha de José Henriques a prefeito de Cataguases

Uma denúncia do candidato Carlos Magno, o Maguinho (PSL), sobre suposta compra de votos realizada por assessores do deputado estadual Fernando Pacheco (PV) para beneficiar a campanha do candidato José Henriques (MDB), sacudiu o meio político de Cataguases, após o primeiro debate de candidatos a prefeito, realizado pelo Sistema Multisom de Rádio.
No vídeo divulgado na página de Carlos Magno, aparecem o empresário Marco Antônio Cadete Souza,  conhecido como Marco Antônio da VT, juntamente com o assessor de Fernando Pacheco, Edson Antônio de Campos Hessel, dizendo abertamente que já entregaram mais de 300 cestas básicas. No vídeo também são citadas a filha de Marco Antônio VT e a esposa do candidato José Henriques, Gabriela, ambas são assessoras do deputado estadual Fernando Pacheco Fialho.
O Site Mídia Mineira entrou em contato com o candidato Carlos Magno, o Maguinho, por telefone, o qual informou que a campanha deverá entrar com denúncia no Ministério Público nesta segunda-feira (19), o…
Drogaria Santa Rita
Banner cadastramento cartão SUS
   

Vereadores aprovam regulamentação de transporte por aplicativo em Cataguases



Foi aprovado na noite de terça-feira (28), na sessão ordinária da Câmara Municipal de Cataguases, o Projeto de Lei nº 15/2019 do Executivo, que regulamenta os serviços de transporte público por meio de aplicativo no Município de Cataguases.

Em sua justificativa, o Executivo ressaltou que conforme a Lei Federal 13.640/2018, que reconheceu a existência legal dos serviços de transporte de passageiros mediante aplicativo, não cabe ao Município proibir o serviço, mas apenas regulamentá-lo para não caracterizar transporte ilegal.

Entre os pontos exigidos pela nova Lei, o motorista deve: 
  • ser pessoa física;
  • contratar Seguro de Acidentes Pessoais a Passageiros;
  • manter toda documentação do veículo, bem como Seguro DPVAT em dia;
  • comprovar que reside em Cataguases; 
  • apresentar certidões negativas civil, criminal, do Detran, ISSQN e IPTU;
  • se registrar no Cadastro Municipal de Contribuintes e
  • comprovar a propriedade do veículo
Os veículos devem ser de 4 portas, com ano de fabricação não superior a 5 anos e devem usar adesivo ou placa removível do aplicativo no para-brisas.

O projeto foi aprovado por 14 vereadores com a abstenção do vereador Hercyl Neto (PROS) e segue agora para sanção do prefeito.

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases