Polícia Militar prende suspeito de tráfico de drogas e apreende tablete de maconha no bairro Ana Carrara

Na tarde desta sexta-feira (16/4), a Polícia Militar prendeu um homem de 38 anos por suspeita de tráfico de drogas no bairro Ana Carrara. Com ele foi encontrada uma barra de maconha de tamanho considerável. A ação aconteceu durante a Operação Áquila, sob o comando do 1º Tem Marinato. De acordo com informações repassadas pela PM, durante a operação surgiu uma denúncia anônima, dando conta de que um indivíduo estaria transportando certa quantidade de droga em uma motocicleta o que motivou um cerco e bloqueio na via, onde o condutor foi abordado. Submetido à busca pessoal, foi encontrado sob a camisa e bermuda do abordado, uma barra, de tamanho expressivo embalada com fita crepe azul, contendo substância esverdeada análoga a maconha. Foram recolhidos também dois aparelhos celulares que o autor portava, pois, conforme a denúncia, tais aparelhos eram utilizados por ele para realizar a venda de substâncias entorpecentes na modalidade de entregas que eram solicitadas via aplicati

Médicos plantonistas do Hospital de Cataguases decidem atender apenas casos mais urgentes

Pacientes que seriam classificados com as cores azul ou verde do Protocolo de Manchester, que não requer atendimento urgente, não estão sendo atendidos no Pronto Socorro do Hospital de Cataguases nesta terça-feira (30). A recomendação é que este tipo de paciente se dirija ao Posto de Saúde de seu bairro. A medida foi tomada pelo fato dos médicos plantonistas estarem com seus salários seis meses atrasados. 

Conforme informou o provedor do Hospital de Cataguases, José Roberto Furtado, para reportagem do Site Mídia Mineira, não existe greve, que o objetivo do Pronto Socorro é atender Urgência e Emergência e que os casos menos urgentes devem ser atendidos pelos postos de Saúde. "Os médicos decidiram atender apenas urgência/emergência porque estão com atraso de pagamento e a gente não pode questionar isso, porque aqui chegam 200 pessoas por dia para 14 médicos plantonistas. Para que servem os postos?", questionou o provedor.

Uma reunião no dia 10 de abril com representantes do Hospital de Cataguases, Prefeitura de Cataguases, Promotoria Pública e representantes de várias cidades vizinhas, estipulou prazo até o dia 22 deste mês para que todos os municípios vizinhos que utilizam o Pronto Socorro firmassem um novo convênio com o Hospital de Cataguases, onde chegaram ao valor de R$ 450 mil, valor pleiteado pelo HC para custeio do Pronto Socorro, no entanto, segundo o provedor, nenhum município decidiu assinar o novo convênio até o momento e esta indefinição seria responsável pela decisão dos médicos.

A secretária municipal de Saúde, Daniela Rezende Coelho, disse para o Site Mídia Mineira, que até o momento os Postos de Saúde estão absorvendo a demanda de pacientes sem problema e que apenas nos postos onde existem médicos de licença que os pacientes estão sendo orientados a procurar a Policlínica Municipal. Ela também afirmou que o Município deve duas parcelas para o Pronto Socorro, mas que uma delas, no valor de R$ 352 mil, será depositada hoje, além de outros repasses que ultrapassam R$ 500 mil.

Protocolo de Manchester

O protocolo de Manchester consiste em um sistema de triagem baseado em cinco cores: vermelho, laranja, amarelo, verde e azul, sendo vermelho representando os casos de maior gravidade, e azul os casos de menor gravidade. Esse sistema já é empregado mundialmente, sendo poucos hospitais ou clínicas que não aderiram a esse sistema.


Comentários

  1. Jesus Cristo entra nesse negócio precisamos da urgência e da emergência do senhor.

    ResponderExcluir
  2. Pec29... descaso com o povo, hoje serão atendidas as urgências e emergências, mas se os municípios não assumirem suas obrigações daqui a pouco nem elas.... ou já inventaram a medicina sem custos???

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases