Energisa utiliza helicóptero para inspeções na rede elétrica e garante agilidade em 95% dos serviços

Foram investidos R$ 180 mil para inspecionar 580 km de linhas. O compromisso da Energisa é a excelência no fornecimento de energia elétrica, serviço essencial para toda a população. Por isso, a empresa está investindo cada vez mais em tecnologia e modernizando a rede elétrica. Para agilizar as inspeções na rede, a Energisa Minas Gerais conta com equipamentos modernos e um helicóptero para inspeções visuais e termográficas aéreas nas linhas, garantindo maior rapidez. Dentro do planejamento estratégico de investimento na rede, no mês de março, foram inspecionados aproximadamente 580 km de linhas de transmissão, que interligam as subestações da área de concessão da Energisa em Minas Gerais, um investimento de cerca de R$ 180 mil. Utilizando equipamentos de alta tecnologia, com uma câmera das mais avançadas do mercado, acoplada ao helicóptero, é possível identificar, desde o estágio inicial, os locais onde ações corretivas devem ser realizadas de forma programada. A câmera de

Definida empresa que fará levantamento para licitação das linhas de ônibus em Cataguases

Foi definida na manhã desta terça-feira (26), através de Licitação na modalidade Tomada de Preços, a empresa que irá realizar o levantamento prévio para realização de licitação das linhas de ônibus urbano e dos distritos.

Ao todo concorreram inicialmente 7 empresas, sendo que a empresa ENGEPAT Engenharia e Avaliações da cidade de Juiz de Fora foi desclassificada. Ao final, a empresa Cidade Viva Engenheiros e Arquitetos Associados, de Belo Horizonte/ MG, foi declarada vencedora com a proposta de R$ 77.755,00, bem abaixo da média inicial prevista de R$ 213 mil.

Conforme o procurador Soumet Spindola (foto) explicou, em entrevista nesta terça-feira (26), no programa Conexão Cataguases, o objetivo desta licitação foi selecionar empresa responsável para análise de horários e qualidade do transporte público na cidade, através levantamentos técnicos de engenharia de trânsito, entrevistas com usuários e análise das rotas dos coletivos. "A empresa irá fazer o quantitativo das linhas e a repartição das mesmas, pra gente poder posteriormente dividir a licitação por lote", explicou.

Será levantado as necessidades dos usuários podendo sugerir melhorias como ar condicionado nos ônibus e até WI-FI, mas isso poderá encarecer o serviço, em contrapartida, poderão ser realizadas alterações nas linhas que poderão gerar economia, esclareceu o procurador. Ele também ressaltou que estão previstas a realização de no mínimo duas audiências públicas, podendo haver mais se necessário.

O contrato deverá ser assinado no final do mês de abril, após terminar o prazo para recurso e demais trâmites. Depois da assinatura a empresa terá prazo de 6 meses para terminar os serviços e a expectativa é que a partir de novembro  ou dezembro saia os editais para as licitações das linhas.

As outras empresas que apresentaram propostas foram:
  • IMTRAFF - Consultoria e projetos de engenharia Ltda - Belo Horizonte/MG - valor R$ 92.221,30;
  • Tecnotran engenheiros Consultores Ltda - Belo Horizonte/MG - valor R$ 106.501,00;
  • Locale Consultoria e Engenharia Ltda - Belo Horizonte/MG - valor R$ 112.000,00;
  • Planum Planejamento e Consultoria Urbana Ltda - Belo Horizonte/MG - valor R$ 144.400,00 e
  • VIA 11 Engenharia de Segurança Viária Ltda - Joinville/SC - valor R$ 172.000,00

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases