Covid-19: plano nacional de vacinação terá quatro fases

Proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Agência Brasil O plano nacional de vacinação contra a covid-19 terá quatro fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos a partir do risco da evolução para quadros graves diante da infecção, da exposição ao vírus e de aspectos epidemiológicos da manifestação da pandemia no país. A proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira (1º) com a participação do Ministério da Saúde e outras instituições, como a Fundação Oswaldo Cruz, o Instituto Butantan, o Instituto Tecnológico do Paraná e conselhos nacionais de secretários estaduais (Conass) e municipais (Conasems) de saúde. A primeira fase terá como prioridade trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais e idosos em instituições de longa permanência (como asilos), bem como povos indígenas. Na segunda fase a imunização será focada nos idosos de 60 a 74 anos. Pacientes a partir de 6

Caia na folia com Segurança

Carnaval é época de se deixar levar pelo clima, seja brincando no bloquinho, seguindo o trio elétrico ou aproveitando o feriadão em casa, mas só se for com atenção para a segurança!

E a Energisa tem um folião que é nota 10 em segurança e ao longo dessa semana dará dicas especiais pelas redes sociais da empresa: o mascote Zé da Luz se produziu todo para ensinar adultos e crianças a curtirem a folia sem correr riscos de acidentes com a rede elétrica. Então, siga o Zé da Luz nas páginas oficiais da Energisa nas redes sociais, compartilhe as dicas e venha curtir a folia com segurança:

  • Mantenha distância da rede elétrica: fique atento à altura máxima permitida do trio elétrico ou do caminhão de som. Estruturas e foliões precisam ficar, no mínimo, a dois metros de distância das redes elétricas. Quanto mais distante da rede elétrica, melhor. Lembre-se: não é preciso encostar na rede para sofrer choque elétrico, a simples proximidade dos fios pode ser fatal. Por isso, mantenha distância sempre.
  • Em caso de colisão entre carros e postes de energia, não toque e não se aproxime dos cabos caídos ao solo e das partes metálicas dos veículos para evitar risco de choque elétrico. Entre em contato com a Energisa pelo 0800 032 0196, pelas redes sociais, pela Agência Virtual da Energisa em www.energisa.com.br ou pelo aplicativo Energisa On.
  • Serpentinas de papel ou metálicas, jatos de espumas ou de água e fogos de artifício não devem ser lançados em direção às redes de energia para evitar risco de choque elétrico.
  • Decorações e alegorias não podem ser fixadas em postes ou em redes elétricas.
  • Nunca toque ou levante os cabos de baixa/média tensão, mesmo se estiver usando luvas isolantes. A rede elétrica só pode ser manuseada por profissionais da Energisa.
  • Não use extensões e não sobrecarregue um ponto de energia ligando vários equipamentos ao mesmo tempo. Isso pode causar curto-circuito e incêndios.
  • Não faça ligações clandestinas. Além de ser crime, aumenta o risco de acidentes. Se precisar de energia para camarotes ou barracas durante o carnaval, solicite uma ligação de energia temporária na Energisa.
  • Não solte fogos de artifício em direção ou próximo à rede elétrica. Isso porque pode romper fios e cabos e causar graves acidentes.

Lembre-se: a Energisa está sempre disponível para atendê-lo. Entre em contato com a Energisa pelas redes sociais— e pelo site www.energisa.com.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Energisa

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases