Energisa utiliza helicóptero para inspeções na rede elétrica e garante agilidade em 95% dos serviços

Foram investidos R$ 180 mil para inspecionar 580 km de linhas. O compromisso da Energisa é a excelência no fornecimento de energia elétrica, serviço essencial para toda a população. Por isso, a empresa está investindo cada vez mais em tecnologia e modernizando a rede elétrica. Para agilizar as inspeções na rede, a Energisa Minas Gerais conta com equipamentos modernos e um helicóptero para inspeções visuais e termográficas aéreas nas linhas, garantindo maior rapidez. Dentro do planejamento estratégico de investimento na rede, no mês de março, foram inspecionados aproximadamente 580 km de linhas de transmissão, que interligam as subestações da área de concessão da Energisa em Minas Gerais, um investimento de cerca de R$ 180 mil. Utilizando equipamentos de alta tecnologia, com uma câmera das mais avançadas do mercado, acoplada ao helicóptero, é possível identificar, desde o estágio inicial, os locais onde ações corretivas devem ser realizadas de forma programada. A câmera de

Após interdição da BR-116 em Leopoldina carreta com 11 toneladas é retirada


Uma operação para retirada de uma carreta que saiu da pista e caiu na lateral da BR-116 em Leopoldina na tarde desta quarta-feira, 2 de janeiro, provocou a interdição nos dois sentidos da rodovia, na altura do Km 777.


O acidente ocorreu por volta das 14h30, quando uma carreta MB-1632, placas de Resende (RJ) que seguia daquele município para Recife (PE) transportando ferragens, ficou pendurada na lateral da pista, próximo das margens do Rio Pirapetinga, após o condutor perder o controle da direção do veículo. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, que atendeu a ocorrência e controlou o trânsito no local, o condutor, de 49 anos de idade, era o único ocupante do veículo e não se feriu. Durante a operação de retirada da carreta, iniciada por volta das 17h30, o trânsito ficou interditado nos dois sentidos da rodovia, até a conclusão do serviço, às 19h15. 

Devido ao peso de 30 toneladas do conjunto cavalo-mecânico/carreta mais as 11 toneladas da carga de ferragens, foram necessários 3 guinchos Lança extra-pesados e um Munck de 34 toneladas do Auto Socorro São Pedro, cada um deles com dois profissionais, conforme explicou Rozinei Colli (foto), proprietário daquele Auto Socorro, que completou 10 anos de experiência em outubro de 2018. Rozinei também informou que a carreta e a carga foram levados para o Pátio credenciado pela PRF em Leopoldina. 


As causas do acidente não foram confirmadas.

Fonte: O Vigilante Online

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases