Notícia

Polícia Civil prende suspeito de cometer crime de homicídio em Ubá

Após investigação, foi cumprido mandado de prisão preventiva em desfavor do investigado, de 29 anos
Nesta quarta-feira (28/10), a Polícia Civil de Minas Gerais realizou o cumprimento de um mandado de prisão preventiva, em Ubá,  em desfavor de um homem de 29 anos, suspeito de praticar o crime de homicídio, ocorrido na noite do dia 2 de fevereiro, na cidade. A ação foi realizada por meio da atuação de policiais civis da Delegacia de Homicídios, em conjunto com a equipe de inteligência da 2º Delegacia Regional em Ubá.
Apurações indicaram que, no dia do fato, a vítima, um rapaz de 28 anos, teria combinado com o investigado de se encontrar em um local isolado para que o suspeito emprestasse uma arma calibre 38, conforme solicitado pela vítima. Posteriormente, no local, o jovem foi encontrado morto, com diversos disparos de arma de fogo. Cápsulas de munição calibre 38  também foram encontradas no local. Durante investigação, foi constatado que a vítima devia quantia em dinheiro para o homem, …
Drogaria Santa Rita
Banner cadastramento cartão SUS
   

Canal permite à população verificar notícias sobre saúde

Informações falsas colocam a vida dos brasileiros em risco. Caso tenha dúvidas, não compartilhe e consulte o serviço

Correntes se espalham pelo WhatsApp com informações falsas.
Foto: Pixabay

Canal criado no programa de mensagens WhatsApp permite verificar, de forma gratuita, se informações sobre saúde são falsas - as chamadas fake news. Pelo número (61) 99289-4640, profissionais de saúde das áreas técnicas do governo federal vão avaliar se textos ou imagens são verdadeiros ou não.

Além da resposta no aplicativo, os textos avaliados serão publicados no Portal Saúde e nas redes sociais para fortalecer o combate aos boatos. De acordo com o Ministério da Saúde, notícias falsas têm sido compartilhadas, em especial pelo WhatsApp, sobre temas importantes de saúde, como tratamentos “milagrosos” para o câncer e alegações de que vacinas fazem mal.

Vacinação

Informações sem respaldo científico podem afastar pessoas doentes do tratamento médico e fazer com que crianças não sejam vacinadas, o que permite o retorno de doenças já erradicadas ao País.

No momento, os estados de Roraima e Amazonas enfrentam surtos de sarampo, e para isso o governo realiza uma campanha de vacinação contra a doença e também contra a poliomielite até a sexta-feira (31). Ambas vacinas são seguras, têm eficácia comprovada e devem ser aplicadas em todas as crianças de 1 a menores de 5 anos, independentemente da situação vacinal.

Dúvidas

O canal não deve ser usado como serviço de atendimento ao cidadão: para isso, o cidadão deve procurar a Ouvidoria Geral do SUS, no telefone 136.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases