Energisa lança pagamento de contas de luz via Pix

Empresa é a primeira do setor elétrico a incluir QR Code Pix nas faturas impressas A Energisa oferece mais um serviço digital financeiro para facilitar o dia a dia de seus clientes: o pagamento das contas de luz dos consumidores da Energisa em Minas já pode ser realizado pelo sistema Pix. Com a solução inovadora, a Energisa torna-se a primeira empresa do setor elétrico a incluir o QR Code nas faturas impressas. “Nossa expectativa é atender cerca de 470 mil clientes na área de concessão da Energisa em Minas Gerais. Mais do que fornecer energia, estamos atuando para aprimorar o atendimento ao cliente. A digitalização de serviços financeiros é fundamental tornar a vida das pessoas mais ágil. O pagamento com o código Pix é seguro, fácil e rápido”, afirma o diretor-presidente da Energisa Minas Eduardo Mantovani. O serviço também está disponível para quem tem acesso à conta digital de serviços bancários e financeiros, Voltz. “A Energisa vem se consolidando como uma empresa compl

Abono salarial: trabalhadores têm até o fim do mês para sacar o benefício

Dinheiro está disponível para quem trabalhou formalmente por pelo um mês em 2016; prazo não será prorrogado

Quem ainda não sacou o abono salarial ano-base 2016 tem até o dia 29 de junho para resgatar o benefício. Segundo o Ministério do Trabalho, mais de dois milhões de pessoas com direito ao saque ainda não o fizeram. A quantia total ainda disponível para esse grupo é de R$ 1,75 bilhão.  

Os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao Programa de Integração Social (PIS), devem retirar o dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal. Para os funcionários públicos, vinculados ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), o benefício está disponível no Banco do Brasil.  

O abono é pago para quem trabalhou formalmente por pelo menos um mês em 2016 com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). A quantia a receber é proporcional ao número de meses trabalhados e varia de R$ 80 a R$ 954. Para saber se tem direito ao saque, basta acessar o site do Ministério do Trabalho. 


Desde julho de 2017, quando começou a ser pago o abono salarial referente ao ano anterior, 22,14 milhões de trabalhadores receberam o dinheiro. Até 30 de abril, os valores sacados chegavam a R$ 16,38 bilhões.

Fonte: Governo do Brasil,
com informações da Agência Brasil  

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases