Adolescente apontado como autor de homicídio é ouvido pela Polícia Civil em Muriaé

O menor confessou ter torturado e jogado a vítima amarrada, ainda com vida, dentro do Rio Preto em Muriaé. Nesta terça-feira (13), a Polícia Civil conseguiu identificar e capturar um adolescente de 17 anos, morador do bairro União em Muriaé, apontado como responsável pela morte de outro adolescente, de mesma idade, no último domingo (11). A vítima, identificada como Dejair Fernandes Da Silva (foto abaixo), teve as mãos amarradas e foi jogada no Rio Preto . Dejair foi morto com requintes de crueldade Foto: Rede Social De acordo com as investigações realizadas pela Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o autor é apontado como gerente do tráfico de drogas no bairro União. A motivação foi o roubo de um celular de uma moradora do bairro pela vítima. O adolescente, como líder do tráfico no local, resolveu fazer justiça com as próprias mãos, para servir de exemplo para todos. Ele contou que torturou a vítima com pauladas e que depois teria amarrado as mão

Incêndio na Transportes Coletivos Leo destrói vários veículos e deixa uma pessoa hospitalizada

Um incêndio na empresa de ônibus Transportes Coletivos Leo, atingiu 6 veículos que estavam naquele local durante a madrugada desta quarta-feira, 2 de maio, no Bairro São Diniz, em Cataguases. Pelo menos três ônibus, um guincho, um automóvel e uma motocicleta ficaram totalmente queimados. O vigia da empresa teve que ser hospitalizado após inalar fumaça enquanto tentava retirar um dos veículos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Leopoldina, foram necessários cerca de 3.500 litros de água para conter as chamas. O combate exigiu o empenho de cinco militares do 4º Pelotão, que contaram também com o apoio da Polícia Militar e Defesa Civil de Cataguases. Segundo as informações, um dos funcionários daquela empresa teria ouvido um estrondo e ao verificar o que seria, constatou que um dos ônibus estava pegando fogo. Um outro colaborador que tentou retirar um veículo antes que as chamas o atingissem precisou ser encaminhado pelo SAMU ao Pronto-Socorro Municipal com intoxicação pela fumaça inalada. A reportagem não conseguiu informações sobre seu estado de saúde. 


A estrutura metálica da cobertura do galpão ficou danificada e deverá ser avaliada pela Defesa Civil de Cataguases. A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada e investigará as causas do incêndio.

Fonte:  O Vigilante Online

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases