Adolescente apontado como autor de homicídio é ouvido pela Polícia Civil em Muriaé

O menor confessou ter torturado e jogado a vítima amarrada, ainda com vida, dentro do Rio Preto em Muriaé. Nesta terça-feira (13), a Polícia Civil conseguiu identificar e capturar um adolescente de 17 anos, morador do bairro União em Muriaé, apontado como responsável pela morte de outro adolescente, de mesma idade, no último domingo (11). A vítima, identificada como Dejair Fernandes Da Silva (foto abaixo), teve as mãos amarradas e foi jogada no Rio Preto . Dejair foi morto com requintes de crueldade Foto: Rede Social De acordo com as investigações realizadas pela Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o autor é apontado como gerente do tráfico de drogas no bairro União. A motivação foi o roubo de um celular de uma moradora do bairro pela vítima. O adolescente, como líder do tráfico no local, resolveu fazer justiça com as próprias mãos, para servir de exemplo para todos. Ele contou que torturou a vítima com pauladas e que depois teria amarrado as mão

Veículo conduzido por Instrutor de autoescola com sinais de embriaguez bate de frente com outro e duas pessoas morrem em Coronel Pacheco


Um acidente entre um Chevrolet Celta e um Ford Fiesta, placas de Campinas/SP, no Km 12 da ALMG-3085, em Coronel Pacheco, deixou duas pessoas mortas e duas feridas na manhã deste domingo (8).

De acordo com informações preliminares, o acidente teria sido provocado por um instrutor de autoescola com sinais de embriaguez, ele seguia sozinho no Celta quando, por volta da 7 horas, teria invadido a contramão de direção e colidido frontalmente com o Fiesta que seguia com três ocupantes, sentido a Juiz de Fora.

Conforme a Polícia Militar Rodoviária (PMR), o instrutor estaria voltando de uma festa em Juiz de Fora.

O condutor do automóvel de Campinas, Antônio Lucas Soares, de 67 anos, e o passageiro Antônio Francisco de Assis, de 68 anos, morreram na hora. Um terceiro ocupante ficou preso às ferragens, mas foi resgatado com vida pelos Bombeiros e levado - em estado grave - para o Hospital de Pronto Socorro (HPS) em Juiz de Fora. O Instrutor que teria provocado o acidente, também foi socorrido em estado grave. Ele apresentava sinais de uso de bebida alcoólica, como olhos vermelhos, fala desconexa e hálito etílico, mas devido à emergência da situação não foi possível realizar o teste de alcoolemia (bafômetro). Ele também foi conduzido ao HPS em Juiz de Fora.

Após os trabalhos da Perícia Técnica da Polícia Civil, os corpos foram liberados e levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Juiz de Fora. 

Houve retenção de tráfego na pista, mas após os trabalhos de resgate e perícia a mesma foi liberada.
*Fotos: PMR/ Divulgação

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases