Energisa utiliza helicóptero para inspeções na rede elétrica e garante agilidade em 95% dos serviços

Foram investidos R$ 180 mil para inspecionar 580 km de linhas. O compromisso da Energisa é a excelência no fornecimento de energia elétrica, serviço essencial para toda a população. Por isso, a empresa está investindo cada vez mais em tecnologia e modernizando a rede elétrica. Para agilizar as inspeções na rede, a Energisa Minas Gerais conta com equipamentos modernos e um helicóptero para inspeções visuais e termográficas aéreas nas linhas, garantindo maior rapidez. Dentro do planejamento estratégico de investimento na rede, no mês de março, foram inspecionados aproximadamente 580 km de linhas de transmissão, que interligam as subestações da área de concessão da Energisa em Minas Gerais, um investimento de cerca de R$ 180 mil. Utilizando equipamentos de alta tecnologia, com uma câmera das mais avançadas do mercado, acoplada ao helicóptero, é possível identificar, desde o estágio inicial, os locais onde ações corretivas devem ser realizadas de forma programada. A câmera de

Cataguases deve ultrapassar mil casos confirmados de Covid-19 neste fim de semana

Com 200 casos confirmados em novembro contra 96 em outubro, aumento deixa município em alerta.

Héricles Ferreira Lima Gonçalves / Funed

O Município de Cataguases poderá superar a marca de mil casos confirmados de Covid-19 neste fim de semana. Conforme o último boletim desta sexta-feira (27), 11 novos casos foram confirmados, atingindo  991 casos desde o início da pandemia até o momento. Neste mês de novembro, os casos diários tem ficado O Município já tem 45 óbitos confirmados da doença e 795 pessoas curadas. Os bairros com maior incidência do coronavírus são: Bandeirantes (96), Centro (82), Bom Pastor (53) Granjaria (49) e Taquara Preta (46). 




Cataguases chegou a passar para a onda verde do programa Minas Consciente, no dia 5 de novembro mas foi obrigado a retroceder para a onda amarela no dia 19 do mesmo mês, devido o aumento de casos em Cataguases e em toda Minas Gerais. Se o Município passasse para a onda verde, estariam autorizados a funcionar os serviços não essenciais com alto risco de contágio, como: produção teatral, musical, cinemas, feiras, exposições, casas de festas, bufê, parques de diversão, bares com entretenimento (shows e espetáculos) e serviços de colocação de piercings e tatuagens.



Minas Gerais

Conforme o último Informe Epidemiológico Coronavírus, deste sábado (28), até o momento o Estado registra 412.996 casos confirmados com 377.879 curados e 9.990 óbitos confirmados.

Atualmente, quatro regiões do Estado voltaram para a onda amarela e uma para a onda vermelha do Minas Consciente.



Comentários

  1. Porque as autoridades não fecham os bares e boates, completamente desnecessários a abertura.
    O pessoal aqui na Taquara está morando os bares locais dia e noite.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases